quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Bolo de chocolate

Este bolo que tinha feito para casa, acabou por ir para para a escola para substituir o outro que teve o acidente pintarólico.
É um bolo é muito bom e já o tinha feito aqui .




5 Ovos
125 gr de açúcar
200 gr de chocolate em tablete
100 gr de manteiga
80 gr de farinha



Derreter em primeiro o Chocolate e a manteiga em banho maria e separar uma chávena de café deste molho.
Bater bem as gemas com o açúcar e juntar o chocolate derretido.

Por ultimo envolver a farinha e as claras batidas em castelo.

Coze em forno a 200º durante meia hora, em forma untada e polvilhada de farinha.
Retira-se desenforma-se e cobre-se com o chocolate que se reservou (se for necessário voltar a aquecer)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Flores para a Gina

Este post é dedicado á amiga Gina e as suas artes para descobrir as flores mais bonitas.

Tenho este cacto há anooosss na minha varanda e nunca tinha dado um arzinho da sua graça mas no ano passado pela primeira vez deixou a vergonha de lado e mostrou-nos a sua flor.

Depois de cortar a flor ramificou e este ano repetiu a proeza e deu duas flores, ao contrário dos outros cactos em que a flor só dura uma noite esta mantem-se durante semanas.

Este cacto, foi-me dado por uma amiga que o tinha como sendo uma raridade e a verdade é que nunca vi nenhum a vender nas lojas da especialidade, fica o mistério para a Gina resolver se é de facto raro ou se é vulgarissimo :-)

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Bolo de chocolate e amêndoa

Este bolo fiz para levar para a escolinha no aniversário do meu pequenito, é um bolo muito suave e bom, o recheio não fiz, por ser para crianças e eles normalmente gostarem de coisas mais simples e a cobertura fiz diferente também desta receita original, para não ter uma sobrecarga tão grande de chocolate.

Com estas alteração todas próprias para crianças, o bolo acabou por ser comido em casa!! por causa de um acidente próprio de falta de experiencia no manuseamento de decorações complicadas.


Então a receita original, passo na integra, porque fica muito bom, para quem quiser experimentar.


Bolo:
200 gr de chocolate negro
5 ovos
150 gr de açúcar
100 gr de manteiga
100 gr de amendoa moida
75 gr de farinha
1 colher de café de fermento


Recheio:
250 ml de natas
6 colheres de sopa de açúcar

Cobertura:
200gr de chocolate negro
2 colheres de sopa de manteiga.

Eu substitui por esta:

1 chávena de leite
1 colher de sopa de maisena bem cheia
3 colheres de sopa de chocolate em pó

Derreta o chocolate e a manteiga em banho maria e deixe arrefecer um pouco.

Bata as 5 gemas com o açúcar e junte o chocolate.

Adicione ao preparado anterior a farinha, a amêndoa moida e o fermento.

Bata as claras em castelo e incorpore até obter uma massa uniforme.

Deite a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.


Leve a cozer em forno pré-aquecido a 180º durante mais ou menos 50 min. eu normalmente cozo a 200º durante 30 min.


Deixe arrefecer e desenforme e depois de estar frio corte ao meio e recheio com as natas batidas com o açúcar, eu esta parte passei.

Para a cobertura se usar o rcheio indicado no original é só derreter em banho maria o chocolate e a manteiga.


O que eu fiz é só levar ao lume o leite e quando já estiver quente juntar a maisena dissolvida num bocadinho de leite frio e o chocolate em pó de mexer até engrossar e a farinha estar cozida.


Como era para levar para a escolinha resolvi decorar com umas pintarolas e umas formiguinhas ás cores, só que nem pensei num pormenor, que se revelou "pormaior" meti as ditas cujas com o creme ainda quente e levei ao frigorifico, na hora de ir para o destino retirei-o e qual não é o meu espanto as cores tinham desbotado!!!derreteram e escorreram pelo bolo fora, criando um aspecto de bolo estragado!!!! alteração de planos e o bolo comeu-se em casa!!!


E o aspecto final!!!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Saladinha de polvo

Esta é uma salada bem tipica cá por terras lusas, para petisco ou para servir de entrada.

O segredo não é nenhum, simples e fácil de fazer.

1 polvo
1 cebola
2 dentes de alho
umas folhinhas de salsa ou conetros
Oregãos, não sei se costuma levar, eu uso.
Azeite e vinagre

Cozer o polvo e deixar arrefecer.

Cortar o polvo aos bocadinhos e meter numa taça e temperar, com a cebola e o alho picado e com os restantes temperos.

Deixar de preferencia de um dia para o outro para ganhar o sabor do tempero e já está.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Mais um aniversário...

Do meu Bloguinho que hoje é pequenino :-)

Este é um mês de aniversários, para além de mim, do meu menino e de alguns primos e amigas também o meu bloguinho faz hoje dois aninhos.

Pois é começou quase por brincadeira com este arrozinho-doce, depois de experimentar vários sites de alojamento, varios titulos e temas misturei na panela um pouco daquilo que eu mais gosto de fazer.

Umas pinceladas nas minhas telas
Uns Km de mundo percorrido
Umas gramas de bons ingredientes
Uns decibeis da minha musiquinha favorita

Com muita Paciência, perseverança e querer q.b.

Resultou esta mistura que me tem mantido presa ao monitor há já dois anos

No inicio quando pensei fazer um blog estava longe de imaginar a dimensão que iria tomar, não só pelos números, mas pela interacção que se gera entre os autores de blogs de todos os cantos do país e do mundo.

É com muita alegria que posso dizer que tenho aprendido muito, com muitas pessoas aqui, não só a nível de culinária, mas também a nível informático, pela disponibilidade das pessoas para ajudar, a troco de nada.

É uma relação engraçada esta de pessoas que se vão conhecendo virtualmente aos poucos e que em muitos casos acabam por se encontrar fisicamente, como foi o meu caso com a querida Neyma no Rio de Janeiro, ainda que alguns amigos tenham achado que eu era doidinha varrida!!!! ir encontrar-me com uma pessoa "desconhecida" -conhecimento da net!!! e logo no Rio de janeiro!!!! pois fui..... e conheci uma pessoa maravilhosa, uma ajuda preciosa para a minha visita á cidade maravilhosa, pelas dicas que me deu.

Para o futuro, provavelmente não terei tanto tempo disponível para me dedicar ás lides bloguisticas, outros valores mais altos se levantam, mas vou tentar manter a página activa, nem que seja num ritmo mais reduzido.

Porque é uma coisa de que gosto muito,
Pelas amizades que criei por aqui,
Pelas ideias para -o que fazer para jantar?! que encontramos sempre nos blogs amigos,
Pela amiga que reencontrei depois de tantos anos de afastamento e que me encontrou por acaso, quando procurava uma receita tipica da nossa zona

e por tudo.....


Em jeito de balanço fiz uma pequena estatistica dos dados que consegui recolher, nas aplicações e outros mesmo á mão.

Foram dois anos de intenso trabalho :-)

Num total de 306 mensagens postadas

Das quais resultaram 2.128 comentários deixados por alguns

Dos 53.220 visitantes

De 92 paises, dos quais os mais representativos são Portugal 69% e o segundo lugar para o Brasil 10%

Uma colagem com um pouco dos posts mais comentados, neste caso posso referir que os mais comentados foram os postados nos dias coloridos e isso deve-se á belissima ideia da amiga Mary, que para além de nos fazer puxar pela imaginação e exercitar os nossos neurónios, fomenta uma grande interacção entre os blogs participantes.

Outros posts também sempre muito comentados são os de viagens, talvez porque é uma coisa que nos liberta o imaginário e a vontade de partir á descoberta.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Folhadinhos de salsicha, fiambre e queijo

Estes folhadinhos muito fáceis fazem sempre muito sucesso e são bastante rápidos, para quando se tem muita coisa para fazer.

2 placas de massa folhada fresca ou congelada.
1 embalagem de Salsichas pequeninas
100 gr de fiambre
100 gr de queijo fatiado a gosto.


Cortar a massa em pequenos quadrados ou rectangulos na medida desejada.

Enrolar as salsichas e fazer almofadinhas com o queijo e fiambre.

Para colar os bordos pode-se pincelar com gema de ovo ou molhar os dedos comum bocadinho de água e pressionar.


Eu polvilhei alguns com sementes de sésamo e para que estas colem bem, deve-se pincelar a massa com gema de ovo, que também dá uma cor diferente no fim, eu como já não tinha ovos pincelei muito ligeiramente com água.


Levar ao forno em tabuleiro untado ou forado com papel vegetal.

Com a massa que sobra e já não tem grande utilidade fiz uns enroladinhos com queijo.

sábado, 19 de setembro de 2009

Bolo Mousse de chocolate

Mais um bolinho de chocolate, na ultima semana, penso que fiz mais bolos de chocolate do que nos ultimos anos, este chamei-lhe assim, porque a autora deu um nome mais artistico ao post e não lhe atribuiu nenhum nome próprio ao bolo.

Este foi para comemorar o meu aniversário e como o reportório de bolos de chocolate cá de casa já estava todo esgotado, resolvi procurar nos blogs amigos e foi no da Claudia que encontrei a sugestão que me fez abrir o apetite.

A receita da Claudia
5 ovos grandes (gemas e claras separadas)
5 colheres de sopa de açúcar
200 gramas de chocolate amargo com pelo menos 57% de sólidos de cacau
150 gramas de manteiga sem sal

A Claudia é sempre muito exigente com o tipo de chocolate e com a percentagem de cacau que usa, neste usou chocolate com 60% de cacau, eu usei mesmo o da nestlé que se vende por aqui que só tem 53% de cacau.

Primeiro derreter o chocolate e a manteiga em banho maria em fogo baixo.
Mexendo sempre a para ajudar a derreter mais rapidamente e evitar que a mistura fique demasiado quente.
Vá mexendo até que forme uma mistura homogênea e reserve.

Bater as claras em em castelo.

Depois bater as gemas com o açúcar até que elas dobrem de volume e fiquem clarinhas.

Adicione a mistura de chocolate à mistura de gemas e com um batedor de mão bata até incorporar totalmente, eu bati com a batedeira electrica.

Por fim adicione as claras à mistura aos poucos, mexendo com uma espátula ou colher de pau. Mexa cuidadosamente para não retirar todo o ar da mistura.
E temos uma mousse de chocolate deliciosa.
Eu retirei desta mousse 5 colheres de sopa para uma taça para a cobertura, uma vez que também não queria um bolo muito grande.

O restante da massa transferi para a forma untada e levei ao forno pré-aquecida a 180C por 20 minutos.

No fim de desenformar, deixei arrefecer e cobri com a mousse de chocolate que tinha reservado.

Ficou uma delicia, uma textura densa e aveludada como a Claudia disse, para nós um pedacinho só não chegou, porque fica tão bom que é viciante :-)

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Até podia ter sido...

O sitio escolhido para comemorar mais um aniversário da minha pessoa, mas não foi...


Teve que ser antecipada esta nossa escapadinha numa Pousada de Portugal e também a pousada teve que ser alterada, porque a escolha inicial não seria esta, mas pelas circunstâncias da vida e neste caso alteração do agregado familiar, foi mais oportuno assim.





Assim fica o registo da nossa passagem pela Pousada do Convento da Graça em Tavira, uma pousada Histórica que combina na perfeição as linhas clássicas e o ambiente acolhedor, com o equipamento moderno, situada num convento, é um dos edificios mais imponentes da cidade.








Gostamos muito da nossa estreia em pousadas, o atendimento excelente, o ambiente muito tranquilo e acolhedor, a comida deliciosa, enfim recomenda-se.





O pacote que nós tinhamos reservado era "Momentos de paixão", mas pelas mesmas circunstancias, pedimos para trocar por uns momentos de diversão, ou seja em vez da garrafinha de champanhe no quarto tivemos um bilhete de ida e volta á praia do barril, no famoso comboito, com pique-nique incluido.


Foram uns dias muito bem passados.
Agora para comemorar o dia de hoje vamos vêr o que se arranja por cá, mais caseirinho :-)

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Mosaico de Gelatinas

Esta sobremesa fiz para a festa de anos do meu menino, é uma versão muito boa, de uma sobremesa da qual já vi muitas variantes, esta foi retirada do livrinho doce da Nestlé.


1 lata de leite condensado
1 pacote de natas
3 dl de leite de coco
12 folhas de gelatina
Gelatinas de várias cores .

Primeiro fazer as gelatinas de acordo com as instruções da embalagem e deixar solidificar, de preferencia de um dia para o outro.

Depois de sólidas cortar aos cubos.

Depois num recipiente misturar as natas, o leite condensado, o leite de coco e as folhas de gelatina (préviamente demolhadas em água fria e dissolvidas num pouco de água morna).

O total destes ingredientes não deve ser superior a 1 litro.

Misture cubos das gelatinas de cores com os restantes ingredientes

Coloque numa forma de bolo inglês ou outras a gosto para desenformar, ou então numa taca para servir.

Eu usei 4 gelatinas com os sabores de Morango, ananás, tutti-fruti e frutos silvestres e como o volume daria uma sobremesa enorme, aproveitei para encher 2 copinhos de cada gelatina, antes de solidificar, para as crianças que gostam de coisas mais simples.

domingo, 13 de setembro de 2009

Batido de açaí - Dia roxo

Mais um diacolorido e numa altura em que cá em casa a comida tem que ser bem simples e em que as cores utilizadas tem que ser mais as primárias a imaginação não me ajudou!!!

Mas como a vontade de participar era grande, resolvi publicar este batido ainda que o roxo fuja um bocadinho do tom :-)

Um bocadinho do que é o Açaí:


Açaí ou juçara é o fruto da palmeira conhecida como açaizeiro, cujo nome científico é Euterpe oleracea. É uma espécie nativa das várzeas da região amazônica, especificamente dos seguintes países: Venezuela, Colômbia, Equador, Guianas e Brasil (estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão e Acre).
O açaí é um alimento muito importante na dieta dos habitantes do Pará, onde seu consumo remonta aos tempos pré-coloniais. Hoje em dia é cultivado não só na Região Amazônica, mas em diversos outros estados brasileiros, sendo introduzido no resto do mercado nacional durante os anos oitenta e noventa, com modificações no modo de consumo.


Pode ser consumido na forma de bebidas funcionais, doces, geléias e sorvetes.


A forma tradicional na Amazônia de tomar o açaí é gelado com farinha de mandioca ou tapioca. Há quem prefira fazer um pirão com farinha e comer com peixe assado ou camarão e mesmo os que preferem o suco com açúcar (ainda assim, bem mais grosso que qualquer suco servido no sudeste).


Nas demais regiões do Brasil, o açaí é preparado da polpa congelada batida com xarope de guaraná, gerando uma pasta parecida com um sorvete, ocasionalmente adicionando frutas e cereais, o que não é bem visto pelos habitantes da região Norte, que encaram a mistura como um desperdício de açaí. Conhecido como açaí na tigela, é um alimento muito apreciado por frequentadores de academias e desportistas.


E porquê me lembrei do Açaí hoje??

Porque na minha viagem ao Brasil nem sei muito bem porquê uma das coisas que levava na ideia fazer era provar o dito frutinho, mas por um motivo ou por outro, foi passando e passaram os 15 dias sem o provar...

então logo que cheguei aqui, como trazia esta pedra no sapato fui logo comprar um saquinho de polpa congelada que se vende no sitio do costume e vá-se lá saber porque passaram meses e o saquinho ficou para lá esquecido no congelador...

foi hoje como sabia que o frutinho tem uma cor arroxeada pensei logo na saida para a minha falta de imaginação para o dia Roxo, só que com a mistura de ingredientes o roxinho saíu assim!!!

1 embalagem de polpa congelada de Açaí
1 banana pequena
1/2 chávena de leite
2 colheres de sopa de aveia

Meter os ingredientes no liquidificador e guardar um bocadinho da aveia para decorar.

Bater muito bem e servir.

Logo que abri o saquinho de polpa a tentação foi provar logo e a primeira impressão foi um ligeiro toque de pasta de azeitona!!é um sabor bem diferente do que eu imaginava.
No batido fica um sabor agradável, mas como vi em vários sitios que se pode comer doce ou salgado, eu juntei uma colherinha de açúcar e para o mim melhorou.

A cor na fotografia não parece muito roxa, mas na lingua garanto que fica um roxinho bem lindo.

Imagens retiradas da net para quem não conhece o frutinho

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Salame de chocolate

Em mês de aniversários cá vai a primeira delicia de chocolate, o melhor salame que alguma vez comi, uma receitinha da minha prima Paulinha.

Cá em casa nunca foi hábito fazer muitos doces com chocolate, ainda que eu goste bastante da matéria prima em si, mas agora os gostos alteram-se e pela primeira vez fiz salame de chocolate.

1 Tablete de chocolate de culinária
1 Ovo + 1 gema
150 gr de açúcar
1 pacote de bolacha maria
1 colher de sopa de manteiga

Derreter o chocolate com a manteiga em banho maria ou no microondas. Juntar aqui o açúcar e mexer bem.

Retirar e juntar o ovo e a gema e bater bem.


Envolver a bolacha esmigalhada á mão,

formar um rolo em cima de papel de alúminio e enrolar.

Levar ao congelador e retirar para servir algum tempo antes.


Parabéns ao meu pardalinho pelo primeiro aniversário em nossa casa, espero que seja o primeiro de muitos.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Doce de Ameixa

Mais uma alternativa para as muitas ameixas lá da quinta, uma compota fica sempre bem.

Esta fiz á minha maneira, de modo tradicional, porque a ultima que fiz na MFP azedou um bocadinho no fim, mas penso que foi por falta de açúcar!!!


600 gr de ameixas
300 gr de açúcar amarelo
1 colher de sobremesa de sumo de limão



Tudo em lume brando a ferver até obter o ponto desejado, eu normalmente levanto com uma colher de pau um bocadinho e deixo cair até fazer um fio ligeiro ou a ultima gota demorar a cair(ou seja a olho!!!)

Acondicionei em frasquinhos reciclados com tampa de metal, e ainda a ferver enrosco a tampa, porque assim quando o doce arrefece cria vácuo lá dentro e conserva-se melhor.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Mãe do coração

Para fim de férias passo um poema que um amigo me enviou e de que gostei muito.


Esta criança esteve escondida no teu pensamento,
noite após noite, por anos a fio,
guardada na tua retina sem que nunca a tivesses visto.
Esta criança bendita, que foi escolhida por Deus e por ti,
para compartilhar de tua vida, nunca sofrerá,
ficará triste ou chorará por desamor ou abandono,
pois existe alguém especial, um anjo,
que o destino colocou em seu caminho
para lhe suprir as carências, lhe amar, dar carinho.
Ela foi abençoada.
Não foi gerada por ti,
não foi esperada por nove meses,
não veio de dentro de tuas entranhas,
mas veio de algo muito maior:
um amor enorme que tinhas para compartilhar
com ela e com o mundo.
Não o adoptaste simplesmente; ele é teu filho
– filho do imenso carinho que tens para dar,
da tua capacidade de doação,
da abnegação,
do desejo sofrido e ao mesmo tempo esperançoso que tiveste
de um dia cuidar e de ouvir alguém
te chamando de “mãe”.
Será filho de noites em claro,
de preocupações,
de alegrias,
de dias de chuva,
de dias de sol.
Será filho de tristezas,
de sonhos,
de esperanças
e de dedicação, pois tens por ele o mesmo carinho que terias
por um filho do teu sangue.
Esta criança veio de onde quer que seja,
predestinada para ti.
Apenas nasceu de outra mãe,
pois nada acontece por acaso,
mas o destino dela eram os teus braços e teu desvelo.
Ela foi gerada dentro do teu coração
porque, provavelmente, merecia uma mãe tão especial quanto tu!

by Maria Eugênia - Doce Deleite