quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Bolo de fubá cremoso

Já há algum tempo que andava para experimentar um bolinho de fubá, já que tinha alguma curiosidade por ouvir falar tanto.
Fui á procura de uma receita e no livro que a amiga  Neyma me ofereceu quando eu fui ao brasil, até tinha lá três, mas resolvi experimentar uma dela mesmo, por ela já a ter testado.

Nesta receita ela utilizou frutose, eu substitiu por açúcar e fui verificar a receita original de onde ela retirou, para saber a quantidade de açúcar a utilizar.
4 ovos 
4 chávenas de leite

3 chávenas de açúcar
2 colheres de farinha de trigo
1 chávena e meia de fubá
2 colheres de marganina
100 g de queijo ralado
100 g de coco ralado
1 colher de fermento em pó

Na receita diz para colocar tudo no liquidificador e bater por alguns segundos, no meu não cabia a quantidade toda, pelo que bati primeiro com a batedeira e depois meti por duas vezes no liquidificador.
 
Eu coloquei num tabuleiro em vez de uma forma, porque a quantidade de massa era muito grande e achei melhor fazer no tabuleiro, untado e polvilhado com farinha.

Levei ao forno a 230º durante 40 minutos.

Ficou todo em creme, apenas com uma crostinha do coco ficou muito bom, delicioso mesmo.

A fotografia que a Neyma apresenta não tem nada a vêr com a minha, ainda que ela diga que o bolo fica meio mole, o meu ficou mais em creme que queijada mesmo e penso que não foi pelo tempo de cozedura, porque qualquer bolo a esta temperatura e em tabuleiro cozeria em bem menos tempo.

Não sei se este será o verdadeiro original bolo de fubá, mas que ficou bom ficou.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Gelatina de frutas

Esta é uma forma diferente de apresentar a gelatina , muito fresca para o verão e excelente para aproveitar frutas quando há muita e não se prevê consumi-las em tempo útil.

Receita não há, é só fazer as gelatinas segundo as instruções das embalagens, fazer várias de cores diferentes para dar um efeito colorido.

Depois é só meter numa taça a primeira e meter dentro a fruta a gosto, levar ao frigorifico ou ao congelador para acelerar o processo de solidificação.

Quando esta primeira gelatina estiver dura, deitamos por cima a próxima cor e mais fruta, a combinar com a cor ou nem por isso e novamente o mesmo procedimento até acabar as gelatinas.

Eu usei só uvas e pessegos mas usei 4 gelatinas diferentes, porque tinha feito uma grande quantidade de gelatinas para a festa de anos do meu menino.



terça-feira, 19 de outubro de 2010

Quiche de caldeirada

Cá em casa quiche é pau para toda a colher, ou seja é prato para todo tipo de sobras, fica sempre bem e aplica-se a tudo seja carne peixe ou até batata.

Neste caso aproveitei umas sobras de caldeirada, escolhi bem o peixe das espinhas e parti as batatas bem pequeninas, envolvi tudo com os ovos e as natas

depois foi só meter dentro da base de massa folhada e decorar com uns tomatinhos pêra amarelos e queijo ralado.

Foi ao forno e se me contassem eu nem acreditava que se faz quiche de caldeirada, mas cá em casa faz-se e fica bem saborosa.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Bolo de courgete e coco

Este bolo foi feito já na época em que as courgetes estavam em alta, mas só agora aparece, é uma receita que cá em casa já teve várias versões, tendo começado pela cenoura, já passou pela abobora e agora pela courgete, já houve a versão sem coco e agora com coco.

É um bolo fácil e rápido que sai sempre bem.

4 ovos

2 chávenas de farinha
2 chávenas de açúcar
2 chávenas de courgete ralada
1 chávena de coco ralado
1 chávena de leite (em substituição do óleo)

Bater muito bem os ovos com o açúcar até dobrar de volume e juntar o leite.


Em seguida envolver a farinha peneirada, a courgete e o coco.

Levar ao forno a cozer em forma, neste caso cozi num tabuleiro, untado e polvilhado de farinha.

Em forno a 200º demora mais ou menos 40 min.




terça-feira, 12 de outubro de 2010

Quiche de milho e salsicha

Há dias que parece que tudo corre mal, chegamos tarde a casa, não deixámos nada a descongelar, o que fazer para jantar?!  e ainda por cima quando se passa os fins de semana fora de casa, parece que não há nada nas prateleiras nem no frigorifico.
Abre-se o congelador e nada apetece, mas há uma base de massa folhada, olha uma boa ideia, uma quiche, tira-se a massa e num instante estará descongelada.

Vamos ao recheio,
Fiambres não há, restos de carnes não há, cogumelos não há!!!
olha há salsichas, não gosto muito mas por vezes tenho um frasquinho, nunca se sabe para uma emergência destas e como tinha umas latinhas de milho e uns tomatinhos amarelos, até combinam na cor.
Juntos os ingredientes encontrei

1 frasco de salsichas
1 lata de milho de conserva
1 cebola
1 chávena de tomatinhos pera amarelos
4 ovos
200ml de leite
1 colher mal cheia de farinha
Sal q.b.

Com uma cebola picadinha, um bocadinho de azeite, dei uma alourada nas salsichas e no milho.

transferi para a base da massa folhada e por cima coloquei os tomatinhos partidos.

depois é só bater os 4 ovos da prache e juntar as natas, só que natas também não havia!!

mas nada de desanimar já que o resto já estava dentro da forma a olhar para mim.


Deitei uma colher de farinha numa tacinha e aos poucos juntei um copo de leite, para não formar grumos, mexi bem e deita-se em cima da quiche.

Polvilhado com queijo ralado e lá vai para o forno.

Pois depois de tanta trapalhada posso dizer que será uma receita a guardar porque o resultado ficou uma delicia.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Mais um bolo de chocolate

Cá em casa agora ou se faz bolos de chocolate ou o o principezinho não prova, deixa sempre para provar no dia seguinte, tem sempre a barriga muito cheia.

Este foi para o colégio no aniversário dele e como a turminha é pequenina fiz um bolinho pequeno.

1 tablete de chocolate
200 gr de manteiga amolecida
200 gr de açúcar
6 ovos
200 gr de farinha
1 colher de fermento em pó
margarina e farinha para untar e polvilhar a forma.

Cobertura
1 pacote de natas
1 tablete de chocolate para culinária
bolinhas para decorar

Leve o Chocolate a derreter em banho maria, retire e mexa bem.

Numa taça  bata a manteiga com o açúcar até obter um creme liso, eu uso margarina vegetal, tipo planta, porque para além de ser vegetal já é molinha para bater bem.
Depois junte as gemas uma a uma batendo sempre.

Adicione o chocolate derretido e misture muito bem.

Adicione então a farinha misturada com o fermento, mexa e por ultimo as claras batidas em castelo e misture delicadamente.

Deite esta mistura na forma, préviamente untada e polvilhada e leve ao forno pré-aquecido a 180º durante 40 min.

Verifique a cozedura, retire e deixe arrefecer.

Entretanto prepare o creme da cobertura e é só derreter em banho maria o chocolate com as natas.

Cobrir e decorar a gosto, tendo em atenção que se deve deixar arrefecer primeiro bem o creme, antes de por em cima bolinhas e coisas do género ou estas vão derreter e estragar a pintura toda.
Este bolo fica bem recheado com chantilly e morangos, eu só não fiz pelo destino do bolo.

domingo, 3 de outubro de 2010

Brigadeiros

Finalmente fiz brigadeiros, uma coisa que tinha a certeza ser do meu agrado e nunca tinha experimentado.
E que data melhor para os fazer do que uma festa de crianças, pois foi nos anos do meu menino que eles sairam.

Mais uma vez dei a volta á receita, em vez do chocolate em pó resolvi usar o meu creme de barrar bolos, uma vez que tinha de sobra,  seria boa ideia aproveitá-lo.
Então para.

Uma lata de leite condensado
3 colheres de sopa de creme de chocolate*
1 colher de sopa de manteiga
Chocolate granulado e granulado colorido q.b.


Então a aventura dos brigadeiros.

Colocar ao lume o leite condensado com o chocolate e a manteiga, mexendo sempre até fazer uma estrada, quando se raspa com a colher de pau no fundo do tacho.

Depois é só transferir para um tabuleiro untado, de óleo, ou manteiga (eu prefiro manteiga) deixar arrefecer e depois de frio formar as bolinhas e passar pelo chocolate granulado e eu passei também pelo granulado colorido.

Depois de muita luta para fazer tantas bolinhas ficaram uns brigadeiros lindos e saborosos, nunca vi o meu menino comer nada com tanta satisfação, enquanto não acabaram, passou o tempo em volta do frigorifico á procura de mais.

Esta dose dá para mais ou menos 30 bolinhas.

*O creme de chocolate que eu uso para barrar os bolos é feito com 200 gr de chocolate para culinária, um pacote de natas,tudo em banho maria a derreter, até ficar um creme lisinho.