domingo, 26 de junho de 2016

Mousse de chocolate sem....quase nada

Acho engraçado as dietas que circulam por aí na net, bolos sem ovos, sem farinha, sem açúcar e sem..... sei lá mais o quê, sem quase nada....

O leite passou a bebida de soja e agora já vai nas bebidas de arroz, amêndoa..... 
O açúcar que foi substituído pelo amarelo, passou a mascavado e agora depois de passar por frutoses já vai na Stevia

Enfim, pressão do marketing é tal que agora toda a gente até é alérgica a alguma coisa, ao gluten, á lactose e sei lá a que mais, mesmo sem diagnóstico médico, vamos deixando de comer porque somos alérgicos e os produtos sem esses nutrientes ainda que caros, vendem como chocolate.

E por falar em chocolate, encontrei esta mousse por aí e eu que nem sou muito de embarcar nesse tipo de restrições da moda, achei esta mousse "engraçada" porque esta é mesmo sem quase quase nada :).

Leva mesmo só o chocolate e água, o chocolate tem que ser de excelente qualidade e no mínimo ter 70% de cacau, para emulsionar com a água, porque ou não resulta.


150gr de chocolate negro 70% cacau
1/2 chávena de chá de água.
Cubos de gelo

Meter cubos de gelo numa taça com água e dentro desta meter outra taça de inox ou vidro para ir arrefecendo.

Meter a água com o chocolate partido num tachinho ao lume  para derreter, mexendo sempre, o chocolate vai derreter, mas não se mistura muito bem com a água.

Quando estiver todo derretido transferir para a taça que está em cima dos cubos de gelo, bater muito bem, até fazer uma emulsão (mistura de gordura com água) e obter um creme, não bater demais para não ficar duro.

Transferir para uma taça de servir grande ou tacinhas pequenas está pronto a servir.

Diz nas receitas que, se se deixar de um dia para o outro e separar duas fazes, é só bater mais um pouco, eu deixei no frigorífico e não separou nada.

O meu ficou no frigorífico, porque ninguém apreciou muito, fica muito amargo e os gulosos cá de casa, gostam de coisas mais docinhas, no dia seguinte dei-lhe um toque diferente e já ficou melhor.

Juntei bolacha maria ralada e natas em chantilly por cima, coisa que já costumo fazer com as mousses normais e resulta bem
Não voltei a fazer, mas provavelmente se fizer com chocolate com menos cacau talvez fique melhor.

domingo, 19 de junho de 2016

Camarão entre o "all ajillo" e o "bulhão pato"

Dizer que este é um camarão all ajillo é pura imaginação, dizer que é á bulhão pato é pura invenção :) este é um camarão entre o frito e o salteado ou seja é um camarão á minha maneira mas que fica uma verdadeira delicia.

É feito com casca ao contrário do all ajilho, mas o modo é semelhante.

Camarão
Alho
Coentros/salsa
Azeite
Sumo de limão

Por numa frigideira funda bastante alho, picado, (eu junto algum inteiro esmagado com casca), azeite q.b. ou seja que tape o alho e sal grosso, quem gostar pode por picantes também, cá em casa não somos apreciadores.
Levar ao lume até o azeite começar a fritar os alhos.

Por os camarões e tapar.

Levar a lume esperto uns minutitos, quando a casca ganhar cor, vira-se e polvilha-se a gosto com coentros picados.
Mais uns minutitos e vai-se mexendo, abanando o tacho tapado e já está.
Por na travessa de servir e espremer por cima um pouco de sumo de limão.

 A cor do molho é natural, não tem mais nada do que o que foi referido

O camarão não precisa cozinhar muito por isso quando digo uns minutos são muito poucos mesmo,  só mesmo o tempo de ganhar cor, porque se não vai ficar seco e agarrado á casca e não há nada mais desagradável ao comer camarão que não conseguir tirar a casca inteira, sem ficar colada e a desfazer-se.