domingo, 13 de maio de 2018

Copenhaga último porto do cruzeiro no Báltico.

7º dia Copenhaga, ultima escala deste cruzeiro, mas não a menos importante, uma cidade fantástica.

Mais uma vez o navio atracou longe do centro, mas como tínhamos visto que no caminho para lá teríamos já coisas para ver arriscamos outra vez ir a pé, também já estávamos treinados e sempre dá para contrabalançar com os exageros da noite em comida e bebida!!!!!



Do barco já se avistava a cidade, também não era tão longe assim


Pena não podermos apanhar uma bike, porque encontrámos muitas
E até estacionamento próprio com cobertura, para não apanhar sol e chuva na assentadeira têm😁


Bom e lá fomos andando em direcção ao centro e a primeira coisa que vimos foi a tão desejada e famosa Sirenita como dizem os nuestros hermanos, A pequena sereia.

O personagem mítico criado por Hans Cristian Andersen a Pequena Sereia, uma curiosidade é que esta escultura foi doada à cidade por Carl Jacobsen, filho do fundador das cervejas Carlsberg.


Mais uma imitação do famoso David


E outras esculturas 




A igreja de Mármore ( Frederikskirke) de S. Frederico



O interior da igreja completamente redonda e a cúpula.



No exterior encontra-se rodeada por 16 esculturas de destacados personagens religiosos desde Moisés a Lutero.


O maior número de esculturas por metro quadrado que já vi.



O transito sempre caótico....


............mas de bicicletas


E lá chegamos ao Porto Novo Nyhavn

Mais que um porto trata-se de um canal, construído no secXVIII para desviar o tráfego e comercio marítimo para o centro da cidade.

Até 1970 era uma zona típica de marinheiros, agora está um bocado aburguesada, pelos numerosos restaurantes, lojas…uma loucura de gente na rua…

O canal continua inundado de barcos antigos

E dos mais modernos para transportar a turistada pelos circuitos de canais.



Os muros em redor estão apinhados de gente a conversar e a beber.

Cervejas de lata e garrafa que se compram em lojas nas ruas paralelas, porque um copo de plástico de cerveja na roulote que se vê na fotografia custava a módica quantia de sete euros, mesmo sem sentar na explanada, aí nem imagino quanto custará.



Daqui fomos passeando sem muito destino pela cidade.




Mais umas escultura equestres, das milhares que há pela cidade, penso que nunca vi tantas na vida.


 E canais



E o pormenor das mantinhas nas explanadas  estamos mesmo a ver cá em Portugal  nem uma sobrava no fim do dia.



O parque Tivoli, não se trata de um parque de atracções qualquer, é o mais antigo da europa e tem teatros, restaurantes, organizam-se lá montes de espectáculos, desde musica clássica a jaz…., nós não entramos….


O palácio Kristiansborg.


A Câmara e a praça em frente.



Uma das ruas pedonais mais compridas da Europa a Rua Stroget, onde se concentram em dois km a maioria da vida comercial e o ambiente da cidade.


Nesta rua temos todo tipo de lojas, grandes marcas e trapada.


Depois desta passeata e como já estávamos um cadito cansados fomos descansar o esqueleto num cruzeiro pelos canais, e pela módica quantia de uma hora pudemos descansar o corpo e o espírito.



 A Opera, um edificio fabuloso de arquitectura moderna.



Depois vamos vendo um pouco de tudo, desde edifícios modernos muito elegantes, a edifícios mais clássicos do estilo tão característico deles, cheios de cor e os barcos pelos canais, alguns servem de habitação permanente e outros de restaurantes e bares



A pequena Sereia vista de costas, com a fila para a típica foto







A simpática guia do barco explicando um pouco do que íamos vendo.


Por pontes e canais.






O famoso edifício Diamante negro ao fundo, centro cultural e Biblioteca Real da Dinamarca, é a maior de todos os países escandinavos.





E toca a baixar a cabeça.









....E famílias a comer na rua em zonas residenciais?!!....   estão a ver isto em Lisboa não estão.... e digo Lisboa só por comparar capitais....


Quem quisesse podia ficar para apreciar a noite na cidade e até quem sabe jantar em algum restaurante típico, porque o navio dormia no porto esta noite.
Nós não o fizemos, porque um dia inteiro a caminhar já nos chega e sobra, toca para o barco tomar banho e mais uma noite de animação, a ultima....

8º dia e ultimo Copenhaga

Como o nosso avião era ao meio-dia levaram-nos para o aeroporto logo ás 9h30 e foi uma hora boa porque não tivemos muito tempo de espera, entre carregar malas e descarregar malas, o que decorreu tudo bem a unica empata fui mesmo eu, porque a madame não encontrava o meu nome na lista de passageiros, dizia que os portugueses têm muitos nomes.....  e procurava até por um “de” que eu tenho algures, não ligou ao que eu lhe disse para procurar pelo ultimo....

Mas lá me arranjou um lugar à janela e ainda deu para ver umas coisas interessantes para a despedida

Um parque eolico mesmo no mar bonito de se ver de cima.


E esta imagem que já tenho visto em e-mails afinal existe, Uma ponte que termina num túnel por baixo do mar.




E este que nos ia atropelando, ainda bem que lhe vimos o rasto.


E foi assim Copenhaga, mais uma cidade belíssima para passar alguns dias, com tanto para visitar, mas o tempo sempre pouco para ver tudo....

Para reservar cruzeiro por sua conta o melhor site é o Logitravel aqui na lateral do meu blog, de confiança, muito experientes na área dos cruzeiros e com muita oferta 👉👉

Para reservar hotel se não gosta de viajar em cruzeiro o melhor site Booking👈👈aqui tem uma vasta gama de hotéis em Estocolmo


Para programar visitas o melhor site Getyourguide👌👌👈 ver aqui👈👈 alguns  dos passeios que se adaptam bem a cruzeiristas, variadas visitas de 3 horas com guia.

Já fizeram like na minha página?👉 Cininha😊

2 comentários:

  1. Que belo final...
    É sempre bom viajar contigo, ao domingo, por estas bandas.
    Obrigada
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Que fotos encantadoras,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)