domingo, 29 de abril de 2018

Estocolmo a Veneza do norte

Quando se escolhe um cruzeiro, há dois factores importantes a ter em conta, o Navio e o Circuito.

Há quem prefira ir nas grandes companhias, que têm navios de top, o navio é o mais importante, para mim o mais importante é mesmo o circuito, os pontos a visitar, nos que fiz foi essa a primeira escolha, se o navio também é bom... excelente.....

Este circuito que escolhi para o Báltico foi perfeito, cidades essas sim top.



Para reservar cruzeiro por sua conta o melhor site é o Logitravel aqui na lateral do meu blog, de confiança, muito experientes na área dos cruzeiros e com muita oferta 👉👉



Para reservar hotel se não gosta de viajar em cruzeiro o melhor site Booking👈👈aqui tem uma vasta gama de hotéis em Estocolmo


Para programar visitas o melhor site Getyourguide👌👌👈 ver aqui👈👈 alguns  dos passeios que se adaptam bem a cruzeiristas, variadas visitas de 3 horas com guia.


A entrada em Estocolmo valia a pena tinha avisado o capitão na véspera, por isso quem não a quisesse perder teria que estar ás 5 horas da manhã na varanda do barco, nós achamos que 5h era cedo demais, porque estava previsto o barco chegar ás 7h por isso teríamos duas horas para ver essa famosa entrada, logo levantámos ás 6h e lá fomos…..


E o capitão não nos enganou, porque se tivesse ido ás 5 hora não me teria arrependido.


O cenário é deslumbrante, a entrada, não é propriamente a entrada na cidade, são os sítios por onde se vai passando.


O silencio, a água quase parada como se se tratasse de um enorme lago, aquele verde todo com as casinhas coloridas no meio da vegetação, parece o paraíso, ilhas por aqui e acoli...


Até o navio parecia que deslizava silencioso no meio de outros, para não ofender a paisagem nem os habitantes.



Quando atracamos o capitão lá veio desejar-nos uma boa estadia como de costume, dar as indicações de temperatura e hora local…….e para além disso que nesse dia havia greve de autocarros e táxi 😠


Uma contrariedade nos nossos planos, já que pretendíamos utilizar os transportes locais...
Como este porto está um bocadito longe do centro, tínhamos previsto ir de autocarro, lá tivemos que estudar as outras hipóteses, porque não tínhamos reservado nenhuma excursão com o barco.


O que nos valeu é que como se trata de um pais de primeiro mundo estavam no porto uma serie de meninas para nos ajudar, deram-nos um mapa muito bom e indicaram-nos a estação de metro mais perto, que mesmo assim ficava a 20 min, depois de olhar bem para o mapa achamos que mais valia ir a pé e não demoraríamos muito mais até ao museu vasa.

Foram 50 min. a andar mas andando e vendo o ambiente da cidade

Museu Nórdico

O Museu Vasa primeira paragem

"O Museu do Vasa (em sueco: Vasamuseet) é um museu histórico temático localizado em Estocolmo, na Suécia, em cujo local está exibido o navio Vasa.
Vasa foi um navio de guerra sueco, do início do século XVII, afundado quando deixava o porto em sua primeira viagem, o que causou uma comoção nacional à época. Depois de 333 anos debaixo de água, foi recuperado e tornado acessível ao público neste museu. Actualmente é o museu mais visitado dos países escandinavos - 1 088 136 visitantes em 2013."in Wikipédia texto e foto exterior do museu

Tirei algumas fotografias no interior, mas ficaram pró escuritas  e pró tremiditass  problemas técnicos de domínio da técnica fotográfica e da máquina que tinha na altura...

Algumas do barco





Outras do resto da colecção exposta no museu, que tem a ver com a reconstrução do que se teria passado na época, maquetas, achados arqueológicos, figuras em cera que representam os marinheiros....













Muito interessante este museu, para saber mais consultar o site oficial
https://www.vasamuseet.se/pt

Depois fomos andando








Conselho Municipal de Estocolmo, vulgo Câmara Municipal, um dos monumentos mais visitados






Vista para Riddarholmen o Ilhéu no centro da cidade que constitui um bairro.



Igreja de Riddarholmen, onde estão sepultados os Reis da Suécia e onde se casam e baptizam os seus filhos os actuais.




 Gamla stan cidade velha





Stortorget plaça na Gamla Stan



Museu Nobel








Museu Nacional de Belas Artes


 







Chegamos ao Palácio Real a tempo (por acaso) de ver o render da guarda, por sinal fraquinho e mal organizado, ou é para turista ver ou não é, mas que se organizem se querem os turistas lá, não é andarem aos empurrões ás pessoas com as escopetas e a berrar umas coisas que ninguém entende
  





E de Estocolmo a imagem que me ficou foi de uma grande tranquilidade e organização, e uma coisa que me ficou também na memória foi a enorme quantidade de mamãs a passear carrinhos de bebés e crianças pelas ruas.

Para a despedida e ao por do sol, novamente pelo fiord


Não sei se deixei a melhor imagem de Estocolmo, mas do que vi, um dia inteiro a patear, adorei é uma cidade apaixonante.

1 comentário:

Não passe sem deixar um miminho :)