sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Tintureira grelhada

Tenho visto por aí nos blogs amigos, este peixe que para além de não ter ainda provado, nem sequer conhecia.
Vai daí e como não posso ver nada, fui á procura do dito cujo e como dizia a minha mãe tenho mais olhos que barriga comprei logo quatro postas, enormes!!!

Assim grelhado, só temperado com sal, limão e alho em pó, achei um sabor muito intenso, o marido diz que lhe parece carne, a mim não sei se foi de ter lido que é da familia do tubarão estranhei um bocadito!!!

Como se pode vêr o tamanho das postas é descomunal e por isso grelhei só duas, logo tenho mais duas para experimentar de outra maneira!!!

Mesmo assim, o balanço deste assim grelhado é positivo mas com uns seess, vamos vêr o que faço com as outras.

Este foi comido com uma batatinha cozida e com uma couvita lá da quinta!!!ainda estão pequeninas as nossas couves do natal, mas temos que ir comendo ou acabam por se estragar todas.

6 comentários:

  1. Tubarão-azul
    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
    O tubarão-azul ou tintureira (Prionace glauca) é um tubarão da família Carcharhinidae, que se pode encontrar nas zonas profundas dos oceanos (até 150m de profundidade), em águas temperadas e tropicais.
    Conhecido como uma das espécies de tubarão com maior capacidade migratória : um espécime monitorado perto das águas do estado de Nova Iorque foi recapturado perto da costa do Brasil.
    Como é um tubarão oceânico, tem caráter oportunista (o que o coloca quase perto do galha-branca-oceânico em termos de perigo para náufragos e mergulhadores), podendo seguir navios para comer detritos jogados na água.
    Tem o hábito de formar pequenos grupos para migrações, suas presas mais frequentes são: peixes, lulas, pequenos cações, caranguejos, aves marinhas e crustáceos.
    Seu tamanho pode chegar a 4m e 240kg, no total, mas normalmente não passa dos 2,5m e 70kg (algumas fontes na literatura dizem já ter sido encontrados exemplares com mais de 6m de comprimento). Possui corpo esguio e focinho longo e pontudo. Dentes triangulares, pontudos e serrilhados e curvados na mandibula superior, em várias fieiras. Possuem a coloração azul-escuro no dorso, azul mais claro nos flancos e branco nos ventres. As pontas das nadadeiras costumam ser mais escuras.
    Também conhecido como: Tubarão-de-focinho, Mole-mole, Focinhudo e Bico-doce.
    Alcina, experimente fazer essas duas postas de cebolada...
    Beijinhos e bons petiscos...

    ResponderEliminar
  2. Também desconhecia este peixe até o ver aqui nos blogs. Grandes postas!!! Parece-me bom mas não sei se comeria :)

    ResponderEliminar
  3. Alcina, vim visitar seu blog atrávés do Vó Mindoca e anotei diversas receitas que pretendo fazer. Você mistura três coisas de que gosto muito: artes, viagens e culinária. Hoje fiz uma torta de natas de um blog português. Vou fazer sua tapioca, pois gosto muito, a bavaroise de ananás e outras. Minha mãe sempre fazia aletria nos Natais, quando vi sua receita voltei ao passado. Amei seu blog e já adicionei.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Alcina, minha linda, não conhecia esse peixe. Você gostou muito do sabor? Qual peixe mais lembra?


    Bjus

    ResponderEliminar
  5. Apokalipsus obrigado pela explicação :-)
    Ameixa penso que podes provar, porque não é mau, tem um sabor próprio, mas a consistencia é normal.
    Gina obrigado pela visitinha e volte sempre.
    Eu mulher, não sei descrever o sabor!!o melhor é provar:-)
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. Também tenho visto a tintureira a aparecer pelos blogs, cozinhada de diversas maneiras, e sempre a aguçar-me a curiosidade... Mas ainda não a encontrei!
    Imagino-a parecida com o cação, mas agora vejo que é muito maior...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)