segunda-feira, 29 de maio de 2017

Panquecas de queijo fresco

Cá em casa ao domingo muitas vezes acordo ao som do -Mamã podes fazer panquecas......

A maioria das vezes faço sempre as mesma, fáceis e que já tenho por aqui no blog, mas há algum tempo vi estas no blog da Luísa Alexandra em que ela dizia serem as melhores que já comeu e decidi fazer e ficam efectivamente muito boas :) altas e fofinhas.


1 queijo fresco(250gr)
25gr de açúcar
3 ovos
100gr de farinha
1 colher de sobremesa de fermento
1 pitada de flor de sal
Raspa de limão.

Esmagar o queijo fresco e mistura-se muito bem com os ovos. Em seguida juntam-se os outros ingredientes e bate-se bem até ficar uma mistura homogénea.

No robot de cozinha meter o queijo fresco e dar um toques de turbo. Juntar os ovos e na velocidade 4 bater e juntar os restantes ingredientes pelo copo, deixar uns minutitos até estar um creme bem homogéneo.

Untar uma frigideira anti-aderente com óleo e fritar as panquecas do tamanho desejado, maiores ou mais pequenas, porque a massa fica espessa e dá para dosear melhor que as massas mais fluídas.

A cobertura é a gosto, Cá em casa os gostos são bem diversificados, o mais pequeno ou come sem nada ou só com chocolate, o mais velho só com canela ou mel e eu gulosa, gosto com tudo, mel, doces, chocolate.......

A fotografia não é a mais apelativa, porque como faço tantas panquecas agora, decidi comprar uma superfrigideira de cerâmica, só que não me entendi muito bem com ela.... demorou muito a aquecer, e depois é tão antiaderente e tão grande que nem conseguia "caçar" as panquecas e acabaram um pouco queimadas, mas gostámos muito.
Alguém tem experiência com estas frigideiras de cerâmica? é mesmo assim, demoram a aquecer, ou é a minha que tem defeito, nunca tinha experimentado nenhuma....

Quem já segue a minha página de  facebook ainda é bebé mas já tem alguns seguidores :)

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Arroz aromático

Arroz aromático quem gosta?

Eu não conhecia, mas fiquei fã, muito saboroso, aromático e excelente acompanhamento para pratos mais condimentados e exóticos.

É um arroz que fica muito soltinho mas cozido, bem ao meu gosto que não aprecio nada arroz seco e all dente....

1 copo de arroz aromático Bom Sucesso
2 copos de água
2 dentes de alho
Azeite
Vinho branco (1/3 de copo)
Sal q.b.

Picar os alhos e levar a alourar com azeite suficiente para cobrir o fundo.
Assim que começar a ferver, juntar o arroz e mexer com uma colher de pau até que o arroz fique transparente e absorva parte do azeite. Juntei aqui um pouco de vinho só para refrescar e dar um pouco mais de sabor, mexe-se bem.

Em seguida juntar a quantidade de água a ferver com cuidado porque borbulha muito, temperar com sal a gosto, tapar e deixar ferver em lume brando durante 12 minutos.

Apague e tape com um pano e deixe uns minutitos para secar mais um pouco.


Fica delicioso, muito aromático, soltinho, mas bem cozido sem empapar.


Estamos fãs deste arroz cá em casa,eu que nem gostava muito de arroz assim branco e solto adoro este :) com camarões, com caril de choco ou outros.

domingo, 21 de maio de 2017

Paris-Brest com recheio de natas e morangos e Massa de Choux

Quem gosta de Massa de Choux?
Eu adoro :)

A massa de Choux é a massa que se utiliza para fazer vários bolos e bolinhos, os famosos profiteroles, eclaires, o famoso saint Honoré, o Paris Brest e outros.... é uma massa que à mão é um bocadinho chata para fazer, mas nos amigos robots de cozinha é um must, facílimo, é muito versátil, porque permite para além destes bolos doces fazer salgados.

Profiteroles já fiz muitas vezes, este tinha na ideia fazer há muito, acho um bolo bonito e como gosto da massa e do recheio que pensei, resolvi fazer agora que estamos na época dos morangos

O nome também é engraçado e fora do comum, Paris-Brest porque foi criado para comemorar os 20 anos da corrida de bicicleta Paris-Brest-Paris, a forma circular é alusiva ás rodas das bicicletas.
"De acordo com alguns livros de receitas, um cozinheiro com o nome de Pantarelli ou Pantanelli inventou a massa em 1540, sete anos depois que ele deixou Florença com Catherine de 'Medici e sua corte. Ele usou a massa para fazer um gâteau e chamou-lhe pâte à Pantanelli . Ao longo do tempo, a receita da massa evoluiu, e o nome mudou para pâte à popelin , que foi usado para fazer popelins, pequenos bolos feitos na forma de seios de uma mulher.
Então, Avice, um pâtissier no século XVIII, criou o que então eram chamados pãezinhos de choux. O nome da massa transformou-se em pâte à choux , pois os pães de Avice pareciam couves-choux em francês In Wikipédia" .
Este meu bolo teve dois percalços no caminho, na primeira fase, quando metia a massa com o saco de pasteleiro e o bico se desencaixou.... e como a massa é grossa e eu estava a carregar com força, a massa saiu a jato e logo o desenho que estava belíssimo, deixou de estar..... para além disso tive que por a massa toda, porque no desaire nem pensei que podia ter recolhido a massa novamente e começar de novo.
Por isso desenhei o bolo no papel com uma colher e usei a massa toda, pareceu-me grande, mas.... lá foi para o forno.

.....o bolo ficou enormeeee, nem tinha nenhum prato para por tamanha roda :) mas nada que não se resolva, parti a roda e fiz uma coisa muito mais bonita que o original :) até porque ninguém come o bolo inteiro :)


Paris-Brest receita do robot mais famoso do pedaço :)

250 gr de água
160 gr de farinha
100 gr de manteiga
1 colher de chá de sal
1 pitada de açúcar.
4 ovos


Primeiro coloque um recipiente sobre o copo da máquina e pese a farinha e reserve.
No copo da máquina meter todos os ingredientes excepto os ovos e programar 5min.100º vel.2
Adicione a farinha toda de uma vez e programe 15 seg vel.4
retire o copo da máquina e deixe arrefecer durante 20 min.

Coloque novamente o copo e com a máquina a trabalhar na vel.4 junte um ovo de cada vez, assim que o anterior estiver bem misturado.

Retire a massa e meta no saco de pasteleiro e deixe repousar mais 30 min.


De modo tradicional é exactamente igual, levar tudo ao lume e deixar ferver, juntar a farinha toda de uma só vez e mexer muito bem até a massa descolar das paredes do tacho  e depois de arrefecer, juntar os ovos e mexer bem até estarem todos muito bem incorporados.

Depois é só fazer um circulo com a massa num tabuleiro untado e polvilhado, ou em papel vegetal e ir andando á volta até ter o tamanho desejado.

Vai ao forno pré aquecido a 180º durante 15 minutos, depois baixa-se para 170 e coze mais 20 min.


Retirar deixar arrefecer e abrir ao meio para rechear com chantilly e morangos, pode ser outro tipo de creme ou recheio, fica bem também com recheios salgados.



quinta-feira, 18 de maio de 2017

Mousse cremosa de Morango

Dizem que quando temos limões fazemos limonada, eu tenho morangos a mais então faço docinhos de morango :)

Esta sobremesa que por certo ficou deliciosa, simples e rápida foi feita para aproveitar uns morangos que vieram já meios murchos, os de cima na caixa tinham optimo aspecto, os de baixo nem por isso.


1 lata de leite condensado
400 gr de iogurte grego natural
300 ml de polpa de morango
100ml de leite meio gordo
1 envelope de agar agar

Bater o iogurte com o leite condensado e por ultimo envolver a polpa de morango, não pesei, só depois de triturar é que me lembrei, mas o resultado deu mais ou menos 300 ml de polpa.

No robot de cozinha, triturei primeiro os morangos e reservei. 1 min vel.5.
Depois meti o leite condensado no copo e na vel.4 fui adicionando o iogurte grego, a polpa de morango e o agar agar dissolvido no leite.

O agar agar, nunca tinha usado e tenho uma caixa da vahiné que resolvi aplicar, mas não percebi bem o modo de preparar por isso dissolvi a carteira numa colher de sopa de água e juntei o leite e levei ao microondas para engrossar, demorou o tempo em que o leite levantou fervura, abri e mexi bem.

Juntei ao creme de morangos e o resultado foi um creme com textura, ou seja notava-se uma espécie de grumos, mas muito agradável, quem não soube da experiência não notou nada e gostou :)
Guardei um pouco da polpa do morango para decorar, meti por cima do doce e com uma colher de café fiz uns desenhos.


Na taça com mirtilos combina muito bem.