domingo, 20 de janeiro de 2019

Óbidos

Óbidos é uma daquelas vilas portuguesas, que mais turismo atrai, não sei se é das mais bem preservadas, mas há uma mística qualquer nesta vilinha pitoresca, já nos meus tempos de liceu fiz uma visita de estudo aqui.

O castelo muito bem conservado, restante património, as ruas estreitas e casario típico, fazem desta vila um sitio encantador. 


sábado, 19 de janeiro de 2019

Cheesecake com doce de morango

Cheesecake de natal, com tudo.
Sem iogurtes.... sem queijo quark.... e sem cortes na gulodice.

Até doce de compra levou no topo, normalmente não compro doces comerciais, porque faço caseiros, gosto de fazer doces.

Mas este foi o meu irmão que me chamou a atenção para ele.
Agora vende-se nos hipermercados Doces da casa da Prisca a granel, ao peso, resolvi experimentar na cobertura do cheesecake, até tinha bom aspecto.....
Delicioso, um sabor muito bom, como se fosse mesmo caseiro, até pedaços de morango encontramos.
No cheesecake usei queijo ricota em vez do tradicional queijo creme e resultou muito bem.


quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Coxas de frango no forno com cogumelos

Esta receita é muito antiga cá em casa e já está por aí no blog há muito, em outras versões.

A maior parte das vezes que faço é com bifes de Perú ou frango, porque é uma carne que assa muito rápido e não seca tanto o molho..

Esta foi com coxas de frango e as natas que usei foram as de cogumelos da Parmalat.

É daquelas coisas que temos a noção que é uma comida que não faz bem, mas perdoamos o bem que sabe pelo mal que fará.... adorooo.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Uma Villa em Itália de Elizabeth Edmondson

Mais uma escritora que ainda não tinha trazido aqui.

Elizabeth Edmondson nasceu no Chile e cresceu em Calcutá e Londres, antes de ir estudar para Oxford. Divide actualmente o seu tempo entre Itália e Inglaterra. Está casada com um historiador de arte e tem dois filhos. A história de A Casa do Lago foi inspirada por uma velha fotografia de uma excêntrica.

Este é o tipo de romance que eu gosto, leve, histórias bonitas que viajam e nos fazem viajar.
Literatura para descontrair e não pensar muito em nada e para ler no aconchego da mantinha no inverno ou na cadeira da praia, adoro :) 

Este foi um dos que gostei Uma vila em Itália 👈👀para saber mais ou comprar é só clicar no link do wook, sempre bons preços e promoções.

Wook.pt - Uma Villa em Itália
Do site wook

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Beijinho assado no forno

Nunca tinha ouvido falar desta parte da carne da vitela.

Ultimamente tenho comprado carne num talho novo que abriu na minha terra onde a minha mãe costuma ir, sempre que vou com tempo passo por lá e compro alguma para trazer, o preço é bem melhor que por cá e a qualidade também é superior.

Este beijinho estava lá com óptimo aspecto e bom preço, perguntei se era boa, tenrinha.... e o senhor disse que podia ir lá devolver se não fosse a melhor carne que já comi... brincalhão... e eu lá trouxe, com a recomendação de que até para assar no forno é boa.

Assim fiz, nem costumo assar carne de vitela, tenho a ideia que fica seca, dura... enfim normalmente costumo estufar.
Esta como já vinha com esse propósito assei.



segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Bacalhau com batata a murro

Hoje não trago uma receita é mais uma sugestão.

Para quando faltam ideias e também uma forma diferente de apresentar o bacalhau com batatas a murro.

Bacalhau
Batatas pequenas
Azeite
Sal
Alho

O bacalhau pode ser assado ou grelhado, eu normalmente faço assado no forno, apenas em azeite e alho.

As batatas lavo bem e passo por bastante sal e levo a assar assim num tabuleiro em cama de sal.

Meto os dois tabuleiros no forno ao mesmo tempo, mas meto as batatas ligeiramente mais cedo.

Retirar as batas do forno, limpar para retirar o excesso de sal e dar o respectivo murro e transferir para um prato fundo ou pirex, partir as postas do bacalhau em pedaços e misturar com as batatas.

Levar uma boa quantidade de azeite ao lume com bastante alho a fritar, quando começar a ferver e sem queimar os alhos, retirar e regar as batatas e o bacalhau.

Está pronto, uma maneira diferente e mais económica, já que podemos servir um prato de bacalhau em que se pode utilizar menos de uma posta por pessoa.

A fotografia não é a melhor nem mais apelativa, mas garanto que o sabor é excelente.

Cininha💖💖