quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Cogumelos Shimeji estufados

Há algum tempo abriu um novo supermercado cá em Coimbra, já tinhamos poucos :) e eu como sou curiosa fui logo lá espreitar e ver a novidade, já conhecia de outras cidades cá em portugal e até da Alemanha, mas fui ver.
Uma coisa que comprei foram estes cogumelos, nunca tinha provado e como adoro cogumelos comprei para experimentar.

Depois foi a dúvida o que fazer com eles e ficaram algum tempo esquecidos no frigorífico, tanto que até me esqueci, mas estavam iguais tal como no primeiro dia....

Decidi fazer um estufado

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

A ilha Victória Hislop

Uma escritora e três livros que gostei muito

Esta escritora descobri por acaso, ao comprar este livro A Ilha  nas promoções do sitio do costume, gostei tanto que depois deste comprei A Arca e O Regresso.

Imagem do site wook

A escrita e estilo é o mesmo, as histórias totalmente diferentes, um ponto em comum todos nos levam a viajar até algum sitio e a sua escrita é de tal maneira descritiva e simples que sem dar conta estamos a percorrer os caminhos com as personagens.
Um pouco de viagem e um pouco de história são os ingredientes comuns

Se na ilha vamos até a Grécia para encontrar personagens encantadoras e uma história que nos prende, (deixo a sinopse para abrir o apetite)

Na Arca voltamos à Grécia e Turquia, para fazer parte do conflito entre estes dois países  e dos destinos das familias que aí viviam pacificamente até que se viram envolvidos e separados pela guerra.

Em O Regresso mergulhamos na Espanha de Franco e da ditadura, na guerra civil espanhola. Percorremos a linda cidade de Granada e acabamos na construção da grande basilica memorial de franco no valle dos caídos, os caídos na guerra....

Podia ter escolhido qualquer um para deixar a sinopse, escolhi a Ilha porque foi o primeiro que li.

Sinopse
Num momento em que tem que tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, Alexis Fieldings está determinada a descobrir o passado da sua mãe. Mas Sofia nunca falou sobre ele, apenas contou que cresceu numa pequena aldeia em Creta antes de se mudar para Londres. Quando Alexis decide visitar Creta, a sua mãe dá-lhe uma carta para entregar a uma velha amiga e promete que através dela, Alexis vai ficar a saber mais. Quando chega a Spinalonga, Alexis fica surpreendida ao descobrir que aquela ilha foi uma antiga colónia de leprosos. E então encontra Fotini e finalmente ouve a história que Sofia escondeu toda a vida: a história da sua bisavó Eleni, das suas filhas e de uma família assolada pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Alexis descobre o quão intimamente ligada está àquela ilha e como o segredo os une com tanta firmeza.

Victoria Hislop é escritora e jornalista. Escreve artigos sobre viagens para o The Sunday Telegraph, artigos sobre educação para o Daily Telegraph e diversos artigos generalistas para a Woman & Home. Atualmente, vive em Kent com a sua família. Depois de publicar o seu primeiro romance, "A Ilha", Victoria Hislop foi aclamada pela crítica e acarinhada por milhares de leitores.
Retirado do wook
Neste site estão agora promoções fantásticas, com montes de livros a 50% passem por lá para dar uma vista de olhos, entrem aqui««« para ver

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Sopa de lentilhas

Esta leguminosa é muito puco usada, mas é um alimento muito bom, rico em vitaminas, minerais e ferro, apesar de ser rico em hidratos de carbono, há estudos que dizem que ajuda a estabilizar o açúcar no sangue e a diminuir o colesterol, pelo seu alto teor de fibras, outro beneficio é a nível cardíaco ajuda a proteger o coração pelo alto teor de folatos e magnésio.

Por isso um alimento a não desprezar, mas eu cá em casa também uso pouco, a única coisa onde uso é na sopa e gosto muito do sabor que lhe confere, noutras coisas nunca usei.

A lentilhas são de todas leguminosas as mais práticas de usar na sopa, porque, não precisam estar muito tempo de molho e cozem muito mais rápido, nem precisa panela de pressão.

Para fazer esta sopa pulverizei no robot de cozinha e usei assim mesmo em pó, em vez de demolhar.


Couve a gosto
Lentilhas
Chuchu
Cenoura
Abóbora
Sal
Azeite


Pulverizei as lentilhas no robot de cozinha, mas na falta dele basta demolhar algum tempo,( pouco).
Cozer junto com os restantes legumes.

Triturar e juntar a couve partida a gosto, eu gosto de juntar também uma cenoura extra partida aos cubinhos e o azeite, deixar ferver até a couve estar cozida a gosto.

Encontrem-me no facebook também aqui«««

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Bolo de queijo quarq

Comprei o queijo quarq para alguma coisa que não um bolo, mas depois rapidamente saltou para a taça do bolo semanal.

Uma maneira de variar nos bolos de fim de semana, para não ser sempre o mesmo, mas sendo sempre simples, porque é o que o pequeno gosta, simples e práticos para levar para a escola.

Deste pouco sobrou para ir para a escola, porque vieram uns amigos lanchar e foi-se quase todo.


domingo, 14 de janeiro de 2018

Santillana del Mar uma das vilas mais bonitas de espanha

E porque domingo é dia de passeio venham comigo até esta vilinha linda.

Descobri esta vila maravilhosa por sugestão de um amigo, numa viagem que pensei fazer pelos picos de Europa a terminar em Bilbao, cheguei à conclusão que seria pouco tempo para fazer a rota que queria e então resolvi mudar o rumo e fomos aqui parar.

Um sitio encantador, pertence à rede das Aldeias mais bonitas de Espanha..  É conhecida por ser a vila das três mentiras, não é santa, não é llana (plana) e não tem mar.

É uma das vilas mais visitadas da região, perto das Grutas de Altamira (post aqui) classificadas como património da humanidade pela UNESCO, foi declarada conjunto histórico-artístico em 1889

É uma vila cheia de flores, varandas e brasões, casas antigas todas muito bem cuidadas.



sábado, 13 de janeiro de 2018

Cheesecake de frutos do bosque vestido de Charlotte

Cheesecake rima com festas, não rima pois não.... mas cá em casa rima.... tenho dois fãs em casa, filho e irmão, por isso sempre que há uma ocasião especial tenho que fazer.
Este fiz no natal e para ficar ainda mais festivo e bonito fiz com uma vestimenta de Charlotte, ficou lindo e bom :) 

Os que eu gosto mais são de frutos vermelhos, por isso juntamos os gostos de uns com os de outros e sai quase sempre de morango ou fora da época deles sai mesmo de frutos do bosque que também gosto muito.