quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Doce de diospiro ou direi amargo de diopiro!!!

Diospiro ou kaki como também é conhecido é uma das minhas frutas preferidas, aliás preferidas para mim são quase todas as frutas que tem uma duração limitada, ou seja só há mesmo na época delas, tipo figo, cereja, diospiro e sei lá que mais.


O disopiro quando ainda não está maduro é impossível de comer pelo aspero que deixa na boca, estes que eu utilizei, vieram da quinta, porque como eu gosto tanto o marido resolveu plantar lá uma árvore.

Os frutinhos são pequeninos, não sei se é da variedade ou se é da árvore ainda ser pequena e por isso também quando lá fomos muitos estavam já no chão, eu pensei que os que ainda estivessem em bom estado iriam para a panela para fazer doce e lá os apanhei com cuidado, porque estavam madurissimos para não dizer madurerrimos!!!! o que me faz não entender o que aconteceu ao meu docinho!!!!

Antes de fazer o doce á minha maneira, vim pesquizar ao sitio do costume para ver se encontrava alguma receitinha maravilhosa e encontrei a mesma receita em vários sites e blogs e todos dizem maravilhas do doce!!! e o meu doce ficou intragável!!!!
será que o fizeram??? pergunto eu!!!
ou será que se limitaram a copiar a receita e pespega-la lá!!!!
porque se vê em varios sitios o mesmo texto exactamente copiado á letra sem identificar a origem!!!


Descasquei os diospiros, obtive uma polpa deliciosa docinha e sem nada áspero

Juntei a casquinha do limão e o açúcar e foi ao lume tal como todos os doces

Fez uma espumarada, tal como eu tinha lido em algum sitio e no inicio estava tudo bem...

Só que á medida que foi ganhando ponto e perdendo o liquido aquilo começou a ganhar um áspero que é caracteristico dos diospiros quando ainda não estão maduros, um áspero que se pega á lingua e parece que a deixa encortiçada!!!! pois foi isso que aconteceu ao meu docinho!!!!


Só postei aqui para chamar a atenção para a situação e para saber se alguem já teve a mesma experiencia ou me sabe dar alguma explicação!!! porque pelas montes de receitas que se encontram por aí é tudo maravilhas!!!!

O destino final!!!

só tenho pena quando olho para a tacinha da polpa, tinha-me sabido pelos deuses!!!

30 comentários:

  1. Tb não percebo o que se passou!
    Foi uma pena, porque de aspecto estava fantástico!!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Nunca fizemos doce de diospiro... n sei o q se tera passado!
    Estava com uma cor bem gira, parecia de tomate! eheheheheh
    Já sabes é ua experimencia a n repetir, sem explicação por enquanto :D
    Beijinhos doces *.*

    ResponderEliminar
  3. Por acaso é doce que nunca fiz... Mas que é estranho lá isso é :-/

    Quem sabe se eu não me aventuro?? Quando encontrar dióspiros à venda hei-de fazer a experiência... é que tb sou grande apreciadora dessa fruta!!

    Bjokas***

    ResponderEliminar
  4. Já ouvi falar que como doce fica amargo e também não sei porque, é bizarro...
    Bjinhos fofos

    ResponderEliminar
  5. Qe pena, amiga, eu adoro dióspiros e esses têm um aspecto bem bom...
    Um desperdício!:)

    ResponderEliminar
  6. Ás vezes as pessoas publicam as receitas mesmo que não tenham gostado... acontece! Nunca provei doce de dióspiro mas é um fruto que gosto bastante ao natural e tenho ali alguns que me deram :)

    ResponderEliminar
  7. Nunca comi doce desta fruta. Gosto de comer ela in natura e daquela qualidade que chamam Caki Café( é escurinho por dentro).

    Deste tipo (o café), meu pai tem algumas arvores no sitio dele. eu me delicio comendo! hehehehehe

    bjsssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  8. Olá... deixei-te um miminho no meu blog ;-)

    Bjokas***

    ResponderEliminar
  9. Ó que pena! Vinha toda entusiasmada comentar o teu docinho quando li a desgraça que ficou :(

    Gostava de ajudar mas nunca fiz doce de diospiro. Adoro o fruto ao natural, bem fesquinho. Especialmente o diospiro-maçã. Uma variedade que encontrei na biocoop.

    ResponderEliminar
  10. Também nunca fiz e não posso ajudar a descobrir o que aconteceu. Você fez bem em divulgar para a gente não se atrever a tentar.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Olà Alcina, que pena o que te aconteceu...! Eu também adoro diospiros. Olha andei a pesquisar pelos blogs francofónicos, e a maioria deles dizem : tirar a polpa sem raspar a pele do fruto; juntar o açucar e deixar marinar pelo menos uma hora (o açucar deve estar todo derretido); levar ao lume com a casca ou sumo de limão ou pectina de maçã(uns caroços de maçã dentro de um paninho de gaze bem fechadinho dão o mesmo resultado);e o que me parece ser o mais importante assim que levanta fervura só cozer por 6 a 7 minutos... Espero que isto te possa ajudar. Bjinhos esme

    ResponderEliminar
  12. Nunca fiz doce de dióspiro, é das poucas frutas que detesto...
    À primeira vista o que me parece não estar muito bem é o facto de usares a casca de limão com a parte branca, que amarga.
    Já me aconteceu utilizar a casca do limão com a parte branca e o doce ficou muito mau...
    A partir daí nunca mais utilizei casca de limão nos doces, se coloco é ralada.

    ResponderEliminar
  13. oh.... :( que pena!!!! lamento muito!!! é a fruta que menos gosto! nem posso olhar!!! mas se tu gostas foi pena! mas nao desistas

    ResponderEliminar
  14. Nunca fiz, não te posso ajudar a perceber o que aconteceu.
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Realmente foi uma pena.
    É caso para dizer que quem vê caras não vê corações, estava com tão bom aspecto!
    Por acaso não gosto mto desta fruta, precisamente pq uma vez deixou-me a boca "anestesiada", acho que não estava bem maduro. Mas essa polpa dá mesmo vontade de comer à colherada.
    Espero que para a próxima corra melhor.
    bjs

    ResponderEliminar
  16. já fiz doce de diospiro 2 vezes e a primeira vez o meu doce ficou parecido com o teu, no fim de comer sabia a amargo e parecia que deixava a boca grossa. Desta vez juntei mais açucar e tive o cuidado de nao deixar passar um unico bocadinho de pele bem como qualquer parte que nao estivesse bem maduro, e o resultado final foi um docinho maravilhoso e com aquele gosto tipico do diospiro.

    Espreita o meu doce em: http://www.saboresaberes.blogspot.com/

    bjs

    ResponderEliminar
  17. Olá meninas obrigado pelos comentários
    Esme essa sugestão de não deixar ferver muito parece-me boa porque só a partir de determinado tempo é que começou a ficar aspero, eu sei porque tenho vicio de ir provando.
    Luisa essa sugestão da casca pode ser verdadeira, mas não sei se foi a causa, porque eu costumo usar assim e nunca me aconteceu e para além disso nõa ficou bem amargo, foi mesmo aspero, para quem conhece diopsiros meios verdes sabe do que falo.
    Sabores saberes, vou dar uma olhada, obrigado pela sugestão
    bjs

    ResponderEliminar
  18. Nunca fiz, realmente foi uma pena não ficar bom.
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Alcina,

    Muito curioso o resultado do teu doce.

    Eu amo caquis e as árvores dão que é uma beleza. Quando eu era criança eu via sempre as pessoas fazerem doce de caqui mas nunca quis comer, vim provar o doce já adulta e adorei, mas não estava amargo. Eu nunca fiz doce de caqui mas já fiz montes de doces, compotas e geléias e já comi muito caqui. Minha explicação seria que este tipo de caqui, dessa tua árvore, talvez tenha muita "cica" e desenvolva ainda mais "cica" depois de cozido. Chamamos de "cica" esta pegação grudenta e levemente amarga das frutas verdes. Eventualmente a essa espécie amarga mais quando cozinha demasiado. O que eu acho é que você deveria experimentar fazer pequenas quantidades, que cozinhem mais rápido, use maças aos invés de casca de limão ou suco de limão como pectina e aumente um pouco a quantidade de açúcar. Antigamente os doces eram bem mais doces em muitos dos casos para camuflar o amargor de algumas frutas.

    Enfim, faz umas panelinhas de doce que cozinham rápido e prove cada uma delas com tempo de cozimento diferentes, com mais açúcar e com miolos de maças cozidos e esmagados ao invés de limão...

    C.

    ResponderEliminar
  20. Olá Claudia, pois eu depois de ler e reler montes de receitas cheguei á conclusão que se voltar a fazer a solução será fazer como faço para a marmelada, por o açúcar em ponto e juntar a fruta e deixar só até voltar a ferver!! e eliminar o limão como sugeriu,não sei se será solução, mas se me diz que já comeu doce bom tenho que voltar a tentar :-)

    ResponderEliminar
  21. olá
    arisquei-me a fazer chutney de dióspiros e marmelos depois de ter lido o comentário de uma da suas leitoras.
    o resultado foi o mesmo que o seu doce... o caixote de lixo
    Acho eu que o dióspiro não gosta nada de ficar aquecido, o gosto aspro da fruta verde volta logo.
    ...Em vez, congelado e degustado logo na saída do frio, é uma delicia.
    Mas no fogo...nunca mais tento!.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, pois eu também nunca mais voltei a tentar

      Eliminar
  22. Olá, julgo que poderei ajudar. Julgo que não devia de ter junto a polpa com a água logo de inicio e a casca de limão. Tem que deixar ferver a água com o açúcar e a casca de limão, só depois disso é que retira a casca de limão e coloca a polpa de Dióspiro e deixa ferver até criar ponto e depois é uma questão de tempo e de gosto. Já fiz e resultou e também com Dióspiros da Quinta de um amigo que eram pequenos e bem doces. Tente novamente mas sem misturar logo tudo a inicio, que julgo que foi isso que deu errado. Despeço-me com os melhores cumprimentos. João Serrano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá joão, obrigado pela dica, nunca mais voltei a tentar, mas um dia destes ainda volto a tentar, se bem que agora quando me dão muitos congelo e vou comendo durante mais tempo, porque é uma fruta que adoro ao natural :-)

      Eliminar
  23. Olá!
    Confesso que depois de ler os comentarios, fiquei com medo de fazer o meu dfoce de diospiro. Mas... Assim mesmo tentei e fiz pouquinho para experimentar.
    Tive sorte, pq ficou bom!
    Juntei um pouco de vinho do porto e ficou 5 estrelas.
    De qualquer maneira é conhecermos experiencias diferentes.
    :)

    ResponderEliminar
  24. Vou relatar a minha experiência com dióspiros: Deram-me vários Kg deste fruto,já maduros e doces. Depois de tirar a casca obtive 3 kg aos quais juntei 2 Kg de açúcar, 2 paus de canela e 1 casca de limão. Deixei ferver e quando estava no ponto desliguei o lume. A consistência e a aparência estavam óptimas, mas quando provei lá estava o gosto áspero da fruta verde. Li com atenção os vossos comentários, mas não queria deitar tanto doce fora. Como posso remediar esta situação. Haverá solução?

    ResponderEliminar
  25. Olá Anita, pois eu sugestão não tenho nenhuma, porque como viu o meu também foi para o lixo, porque estava intragável e parece-me que quanto mais ferve pior fica. Eu nunca mais voltei a experimentar, mas penso que o segredo será não ferver mesmo, juntar apenas a fruta ao açúcar em ponto.
    Boa sorte para a próxima :-)

    ResponderEliminar
  26. O doce não pode ferver mais do que 20 minutos. :-)

    ResponderEliminar
  27. Olá meninas...pela primeira vez fiz doce de dióspiro e está intragável, penso que é da casca do limão... será? Alguém sabe?
    Porque eu já tinha tudo ao lume quando me dei conta que não tinha limão e fui apanhar um ao quintal mas antes de por a casca do limão já tinha provado e estava ótimo mas um pouco depois de por a casca começou a amargar e quanto mais apura mais amarga.....rsrsrs tou furiosa meu rico doce

    ResponderEliminar
  28. Olá Carmen, já varias propostas de solução foram aqui apresentadas, confesso que nunca mais tentei, porque duas vezes estraguei tudo, mas a ajuda da Claudia parece-me boa
    Obrigada pela visita

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)