domingo, 27 de maio de 2012

A arte lava a alma da sujidade da vida quotidiana

"A arte lava a alma da sujidade da vida quotidiana" 
Pablo Picasso

Este foi o mote para uma exposição, de que já falei aqui e que foi sonhada por uma medica e tornada realidade há já quase dois anos.
Depois o sonho tomou outra forma, a forma de um livro em que se reuniram todas as obras presentes e pequenos textos dos autores, que sendo doentes ou profissionais que lidam com a doença e que não é uma doença qualquer, resultou um livro comovente e para além disso solidário.

É um livro cheio de simbolismo.

"O sorriso que ofereceres, a ti voltará outra vez" 
Guerra Junqueiro.

Este livro teve a colaboração no prefácio do Sr. Dr. António Arnaut e da escritora Laurinda Alves, que estiveram também na apresentação do livro num hotel da cidade e que a tornaram especial.

"Conjugar a esperança e a vontade"
António Arnaut

A parte solidária é que o livro vai ser vendido e o valor obtido vai reverter a favor da Liga portuguesa contra o cancro, que por seu lado também colaborou para que este projecto tivesse pernas para andar.
Para além desta colaboração da liga houve ainda outras participações, no design gráfico e outras, tudo com a boa vontade e disponibilidade de pessoas que conseguem ver mais além do seu umbigo e se conseguem voluntarizar em projectos a favor dos outros.

Como disse a escritora Laurinda Alves, estas é que são as verdadeiras pessoas que são bonitas por fora e por dentro conseguem disponibilizar o seu tempo pessoal e de trabalho a favor dos outros.

De quase todos os quadros presentes na exposição conseguimos tirar algo positivo, a alegria e a cor estão presentes em muitos, o que mostra que a arte é terapêutica, alguns havia em que se nota o peso da doença e o que mais de marcou, foi o que mais marcou a exposição, pelo que foi escolhido para de algum modo fazer a capa do livro, sob a forma de um poster dobrado, que pode ser aproveitado por quem adquirir o livro para o emoldurar se assim entender.

Para quem conhece a realidade de um hospital oncológico ou um serviço de oncologia entenderá bem o quadro, a representação das meninas de lenço, a que acabou de chegar e ainda se maquilha, a que já passou tudo e já chora e a que indo a meio dos tratamentos já olha com desconfiança para a que chora.
Um quadro muito carregado de emoção e simbolismo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não passe sem deixar um miminho :)