quinta-feira, 12 de julho de 2012

A saga das revistas

Detesto revistas de culinária, já há muito tempo e por vários motivos.
São caras, raramente têm coisas que já não tenhamos visto igual ou parecido algures, para além disso a maioria dos autores são bem fraquinhos e limitam-se a copiar.
Há algumas excepções e de vez em quando ainda caio na tentação de comprar alguma.

Esta lamentação vem no seguimento de um bolinho que fiz já há algum tempo em que a receita foi retirada de uma dessas revistas que comprei, mas vá-se lá saber qual e depois de passar duas tardes á procura de quem não prometeu vir, desisti... a receita tal como as outras que aparecem não trazia nada de novo e não é muito diferente das que eu já tenho por aqui e só a fiz, porque tenho cá em casa dois meninos que são uns verdadeiros papa pães de ló.

Este é outro dos qui pro quos das revistas, ou temos todo o tempo do mundo e catalogamos todas e tudo á moda antiga em que se faziam fichas á mão tipo biblioteca, ou se não, vão para a prateleira e é para esquecer o que lá têm e das duas três ou as esquecemos de vez ou de vez em quando apanhamos umas irritações á procura de algo que sabemos estar nessa pilha de revistas poeirentas e acabamos por desistir por não conseguir encontrar.......

Este é o meu caso que há muito desisti de as utilizar, mas o meu lado consumista ainda não me permitiu deixar mesmo de comprar (ainda que compro muito poucas) e só ainda não as deitei fora por vicio de guardar revistas bonitas, mas numa próxima arrumação lá vão elas para o caixote da reciclagem.

Os livros são um pouco diferentes, mais organizados com índices que nos permitem mais facilmente procurar, mas também por vezes procuramos e não encontramos o que queremos, ou seja também perdemos tempo precioso.

Os meus livros e revistas e por falta de espaço cá em casa encontram-se divididos em duas secções, uma na cozinha e outra no escritório e alguns onde "calha" quando saem do lugar, por vezes quando pretendem voltar já têm o seu lugar ocupado e não cabem.

Das revistas que ainda compro, uma técnica que utilizo é se as compro é porque tem algo que me interessa e então não vão ocupar lugar nenhum antes de fazer o que me interessou, depois vão para dentro de caixas próprias ou dossiers.

Do bolo em causa deixo uma fotografia para abrir o apetite, se encontrar a receita eu volto para contar como foi, se não e para quem quiser uma boa receita de pão de ló tenho por aí algumas boas.

Este tem a particularidade de se chamar Pão de Ló Alentejano e de ser fofinho como os outros.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não passe sem deixar um miminho :)