quarta-feira, 1 de maio de 2013

Somos o que comemos

Muito se fala de corantes e conservantes, mas quem é que se preocupa efectivamente com eles?
Será que vale a pena preocupar-mo-nos com eles ou é uma batalha perdida?

Muita gente fala em comida saudável...e ouvimos muitas vezes as pessoas dizerem
Ah! eu não como nada pré-cozinhado... 
Ah! eu  recuso-me a comprar peixe de aquacultura... 
Ah! eu só compro carne só em talhos de confiança ou então da capoeira da sogra.....
Ah! eu só como produtos biológicos são caros mas é nossa saúde...
Quem nunca ouviu .... até parece que quem come é uma aberração da natureza.....

Tudo verdade e correcto e devemos por em prática estes ensinamentos, não comprar nada que tenha: 
  • aditivos - corantes, edulcorantes, acidificantes, conservantes...
  • pesticidas 
  • hormonas, antibióticos....
  • mercúrios e  resíduos perigosos....
  • .....
Uma tarefa quase impossível de conseguir por cá, se pensarmos na lista de aditivos existente e nos produtos que os levam, ou seja quase todos e no tipo de comércio que temos...

Então vamos lá começar pela lista de coisas que não devemos comer

Conservas, enlatados ou em frascos nem pensar...carregados de aditivos, os nitritos no topo, e não esquecer o alumínio que se transmite aos alimentos.

Gulodices, Gomas, rebuçados, pastilhas, gelados são só corantes, e acidificantes tipo ác. citrico o famoso E330 cancerígeno

Refrigerantes,aquele tipo sumo sem sumo.... só água e aditivos - acidulantes, carbonatos, bicarbonatos e até metais....a coca-cola no topo, carregadinha de ác.fosfórico um potente descalcificante..... e os sumos... mesmo os denominados nectares que por vezes achamos que até têm muita fruta, esqueçam.... estão carregadinhos de Ac.citrico o tal, para além de kg de açúcar.

Enchidos e fumeiros, o perigo nº1 nem os caseiros escapam, carregadinhos de nitritos, transmitidos pelos fumos, sejam quimicos ou das lareiras tradicionais, tudo igual....

Bolos e bolinhos, daquelas marcas famosas que todas as crianças gostam, embalados em plásticos com validades longas, para além de corantes, conservantes, intensificadores de sabor, têm ainda as famosas gorduras trans, indicadas para que o produto não rance, mas responsáveis pelo endurecimento de veias e artérias...

Carne picada, daquela que se encontra já embalada nos supermercados, seja em rolos, almôndegas e hambúrgueres  seja aquela embalada com umas formas estranhas tipo lombrigas, muito bonitinha, cor-de-rosinha e arrumada....  quase nem tem carne, é uma mistura de espessantes, corantes e intensificadores de sabor.....

Congelados, pois até aqui.... e não falo de comidas pré cozinhadas,  falo mesmo de peixe,  para quem pensa que o processo de congelação é suficiente desengane-se, pois também estes  têm os mesmo  aditivos....

Esta é só uma pequenissima amostra, porque se formos ver com atenção os rótulos, tudo que é embalado e conservado por algum processo tem algum tipo de aditivo, ainda que muitas vezes seja pouco claro no rótulo e tenhamos que meter os óculos para conseguir ver...
  • Para as mais cépticas é só perderem um bocadinho a lêr os rótulos....
Então e perante isto fazer o quê? 
Se para além dos aditivos, as verduras estão carregadas de pesticidas, a carne de hormonas e antibióticos, o peixe é de aquacultura, mas o que vive no alto mar está carregado de resíduos de mercúrio  resíduos radioactivos e sei lá mais o quê...

Para mim e a minha maneira de estar cá em casa é:
  • Por principio, não comer todos aqueles produtos que podemos substituir facilmente por outros feitos em casa, tipo bolos, bolachas, sumos, iogurtes, comida pré-cozinhada.
  • Excluir se não a 100% ,quase, os que sabemos á partida que não têm nada de bom para a saúde, tipo caldos e sopas e outras comidas em pacote, salsichas, molhos em pacote ou em frasco...
  • Não comprar sempre a mesma marca, dentro do mesmo produto diversificar as marcas, porque nem todas em principio tem os mesmos aditivos.
  • Evitar os enchidos, ainda que esta parte seja difícil.... por isso também por principio evitamos comer o que não gostamos muito se sabemos que faz mal.
  • Excluir a 100% os refrigerantes com gás que nada têm de positivo, antes pelo contrário
  • Excluir todo e qualquer tipo de carnes processadas e embaladas, cozinhadas ou não
  • Não comer os enlatados que podemos substituir por outros cozinhados em casa ou frescos, tipo feijão, grão, cogumelos, espargos, pikles....
Quanto ás carnes e peixe fresco é mais difícil conseguir comer produtos saudáveis, mas tentamos... e sempre que possível compramos produtos biológicos assim como as verduras e as frutas, ainda que para quem mora na cidade seja mais difícil, pela pouca oferta existente destes produtos...
  • Tentamos sempre que possível comprar galinhas, cabritos e coelhos a pessoas que têm quintas e os alimentam de modo mais caseiro, sem antibióticos e com menores quantidades de ração, pelo que consigo perceber até em casa as pessoas dão ração aos animais de capoeira.
  • Quanto aos legumes e frutas, sempre que possível tentamos plantar algumas coisas na nossa quinta e aí é 100% biológico ou compramos aos vizinhos de lá,.
  • Quanto ao peixe, desde que li que por andar menos tempo no mar o peixe mais pequeno não estará tão contaminado, tento comprar mais peixe pequeno.

E ainda há os transgénicos em que o melhor ex. é a soja e os seus derivados, produtos que em tempos tivemos a ideia de introduzir na nossa alimentação, mas que por agora estão praticamente abolidos, são produtos que têm um numero de fãs cada vez maior, porque são proteínas vegetais, menos maléficas para o colesterol....cá em casa por enquanto não entram....

Devemos fazer o que está ao nosso alcance e tentar que a batalha não seja perdida...

Deixo alguma informação sobre os tipos de aditivos utilizados





Este site tem uma longa e extensa lista dos produtos mais utilizados, com a respectiva correspondência entre o grupo, o seu nome e código.
Deixo ainda alguns exemplos dos malefícios de alguns

Por exemplo alguns
Produtos cancerígenos:E-102,110,120,123,124,127,131,211,212,213,214,220,225,
230,250,251,311,330,407,450.
Inofensivos:E100,101,104,103,105,111,121,122,124,132,140,151,160,161,162,170,174,175,180,181,200,201,202,236,237,239,260,261,270,280,281,282,290,293,300,301,302,303,304,305,306,307,308,309,322,325,326,327,331,332,333,334,335,336,337,401,402,403,404,405,406,408,410,411,413,414,420,421,422,440,470,471,473,474,475,480.
Perturbações intestinais: E-221,222,223,224,226.
Perturbações de pele: E-220,231,232,233.
Alterações na digestão: E-330,339,340,341,400,461,462,463,466,467.
Cálculos renais: E-447
Produtos perigosos: E-102,110,120,127.
Destruidor da vitamina B12: E-220
Acidentes vasculares: E-230,251,252 (produtos de charcutaria)
Colesterol: E-320,321.
Diarreia: E-407


Para quem conseguiu lêr até ao fim, queria só justificar um pouco de onde saiu hoje esta lenga lenga toda. Tem a ver com a minha profissão que actualmente está resumida quase em 70% à  preparação de quimioterapia e por conseguinte à interpretação de protocolos, visualização de nomes, idades e diagnósticos....e isto tem-me perturbado um bocado, o pensamento constante de onde vêm tanto cancro e com graus de malignidade tão altos, em gente cada vez mais nova......

E a conclusão que a mim me parece mais óbvia -só pode ter a ver com a alimentação em primeiro, a poluição e o sol, por isso penso que a batalha está definitivamente perdida, se as leis e os interesses económicos não mudam, não há como lutar contra esse inimigo....

3 comentários:

  1. Olá Alcina, A informação que nos dás é muito importante. Se bem que não possamos deixar de comer tudo que nos faz mal, e não devamos viver obcecados com a possibilidade de adoecer com doenças horriveis, acho que todos temos obrigação de tomar conta da nossa saúde da melhor forma possivel. E há muitas maneiras de comer bem e de uma forma saudável.
    Obrigada pela informação.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Sim, eu li tudo...rs!
    É assustador, mas é verdade que há muita coisa que não sabemos ou nem sempre damos a devida importância.
    Algumas dessas medidas que você tomou, também tenho feito, na medida do possível. Passo pelo setor de comidas prontas sem dar uma olhada sequer. Evito muita coisa, mas confesso que a correria e as longas jornadas de trabalho/estudo no passado, me fizeram recorrer à praticidade de alimentos pré-cozidos.
    Nada se compara à comida caseira, biológica, sustentável!
    Uma ótima reflexão a sua!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  3. Puro engano! Na cidade é onde se encontram as lojas de produtos biológicos e os maercados.

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)