sábado, 22 de abril de 2017

Cracóvia um tesouro bem guardado

A minha ultima viagem foi a esta cidade no sul da Polónia, uma cidade encantadora e pitoresca, que me surpreendeu muito pela positiva, perfeita para passar um fim de semana ou alguns dias mais se pretender visitar nos arredores as minas de sal de Wieliczka ou para quem gostar, os campos de concentração de Auschwitz e Birkenau que para mim foi mesmo o motivo da viagem.

Vista do avião á chegada

Cracóvia foi capital da Polónia durante quase seis séculos, até 1596, o seu centro histórico foi inscrito pela UNESCO em 1978 na lista do património Mundial.
É citada como uma das mais bonitas cidades da Europa em parte pelo excelente estado de conservação de todos os edifícios da sua zona Central e histórica.

Praça Matejko com  Barbikan e a Porta de Florian, entrada para a cidade antiga ao fundo


Barbikan um edificio militar de origem medieval, o mais antigo na Europa

A cidade tem uma herança cultural que atravessa varias épocas desde o gótico, renascimento, barroco, que podemos admirar nos edifícios admiravelmente bem conservados do casco histórico, também nessa zona encontramos a maior praça medieval da Europa.

Porta de Florian, entrada na cidade antiga


É sede de uma das mais antigas e prestigiadas universidades da Europa e talvez por isso a cidade fervilha de juventude.

Á direita um pouco do que resta da antiga muralha


É uma cidade muito pacifica, não se vê sem abrigos e nem gente com ar duvidoso, nas ruas nem nas estações de comboios, o que nos transmite segurança para podemos desfrutar da cidade com o à vontade necessário, para passear.


Esta viagem teve vários pontos de interesse, por isso vou fazer o roteiro que fizemos por partes, começando pela cidade, nosso ponto de partida para as outras visitas.


No primeiro dia visitámos o centro Histórico a Praça central Rynek Glowny, rodeada por prédios históricos e igrejas, grande destaque para a basílica de Santa Maria com as suas torres góticas, uma das igrejas mais bonitas que já vi até hoje.



Inúmeros restaurantes marcam presença na praça, com as suas explanadas muito bonitas e aconchegantes, cheias de flores e aquecedores, já que nesta época do ano a temperatura era relativamente baixa, nada que impeça bons passeios.



A torre da câmara municipal Wieza Ratuszowa


O centro da praça, dominado pelo grande edifício Cloth Hall, reconstruido em 1555 em estilo renascentista, foi em tempos um importante ponto de comércio e ainda conserva no seu interior um pouco dessa tradição, com lojinhas que vendem artigos típicos e artesanato ou nem tanto, mas aqueles que os turistas gostam.



No mercadinho de Páscoa instalado na Praça central encontramos uma barraquinha dos famosos Pierogis

Passámos pela Rua kanonicza onde viveu João Paulo II e a rua dos franciscanos Ulica Franciszkanow onde ele falava de modo não oficial ao povo a partir de uma janela sempre que vinha a Cracóvia. 




A Universidade Jaguelônica onde estudou Nicolau Copérnico.


E mais um dos muito edifícios belíssimos que se encontra caminhando

Caminhando pelas ruas encontramos igrejas lindas 



Igreja de S. Pedro e S. Paulo


E mais uma vez muito difícil escolher entre tantas fotografias, deixo estas para já..... 
...............................................já já volto com mais um pouco desta viagem linda.

1 comentário:

  1. Que linda cidade,...lindas fotos,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)