terça-feira, 18 de abril de 2017

Um bolo e um ninho de Páscoa

Porquê o ovo e o coelho são os símbolos da Páscoa, um enigma intrigante, já que o ovo nada tem a ver com o coelho....

Pois a tradição vem da festa judaica Pêssach, que significa passagem, em que o ovo é utilizado como símbolo pelo povo de Israel, por ser o único alimento que não perde a forma depois de cozinhado, pelo contrário ele fica mais duro e resistente, dessa forma ele representa o povo judeu que se torna mais forte cada vez que passa por épocas de sofrimento .
A comemoração foi adaptada pelo cristianismo para relembrar a ressurreição de Cristo, a renovação da vida.
O coelho entra na história, porque simboliza a fertilidade pela enorme capacidade de reprodução.

Neste caso, os ovos foram mesmo convertidos num bolinho fofinho, mas ficam os de chocolate para lembrar a Páscoa



7 ovos
3 chávenas de açúcar
3 chávenas de farinha
1 chávena de água
Raspa de uma laranja
Sumo de uma laranja
Fermento
Fios de ovos para decorar

Bater primeiro as gemas sozinhas e em seguida juntar a água e bater bem (faz muita espuma).

Juntar o açúcar e continuar a bater, neste bolo a massa não dobra, ela triplica de volume, o que acontece logo quando se junta a água, com a junção do açúcar só fica mais densa.

Por ultimo juntar a farinha peneirada com o fermento, a raspa da laranja e o sumo e envolver com cuidado.

Bater as claras em castelo bem firme, envolver com cuidado no preparado anterior.
Verter numa forma bem grande, untada e polvilhada de farinha e levar ao forno a 200º durante 40 min ou até estar cozido, fazer o teste.

Decorei este com fios de ovos comprados no sitio do costume e uns ovinhos no ninho, só para lembrar a Páscoa.

2 comentários:

  1. Que ninho bonito, quem dera poder comer uma fatia! Na páscoa faço sempre ninhos para oferecer! Beijinhos

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)