domingo, 21 de maio de 2017

Paris-Brest com recheio de natas e morangos e Massa de Choux

Quem gosta de Massa de Choux?
Eu adoro :)

A massa de Choux é a massa que se utiliza para fazer vários bolos e bolinhos, os famosos profiteroles, eclaires, o famoso saint Honoré, o Paris Brest e outros.... é uma massa que à mão é um bocadinho chata para fazer, mas nos amigos robots de cozinha é um must, facílimo, é muito versátil, porque permite para além destes bolos doces fazer salgados.

Profiteroles já fiz muitas vezes, este tinha na ideia fazer há muito, acho um bolo bonito e como gosto da massa e do recheio que pensei, resolvi fazer agora que estamos na época dos morangos

O nome também é engraçado e fora do comum, Paris-Brest porque foi criado para comemorar os 20 anos da corrida de bicicleta Paris-Brest-Paris, a forma circular é alusiva ás rodas das bicicletas.
"De acordo com alguns livros de receitas, um cozinheiro com o nome de Pantarelli ou Pantanelli inventou a massa em 1540, sete anos depois que ele deixou Florença com Catherine de 'Medici e sua corte. Ele usou a massa para fazer um gâteau e chamou-lhe pâte à Pantanelli . Ao longo do tempo, a receita da massa evoluiu, e o nome mudou para pâte à popelin , que foi usado para fazer popelins, pequenos bolos feitos na forma de seios de uma mulher.
Então, Avice, um pâtissier no século XVIII, criou o que então eram chamados pãezinhos de choux. O nome da massa transformou-se em pâte à choux , pois os pães de Avice pareciam couves-choux em francês In Wikipédia" .
Este meu bolo teve dois percalços no caminho, na primeira fase, quando metia a massa com o saco de pasteleiro e o bico se desencaixou.... e como a massa é grossa e eu estava a carregar com força, a massa saiu a jato e logo o desenho que estava belíssimo, deixou de estar..... para além disso tive que por a massa toda, porque no desaire nem pensei que podia ter recolhido a massa novamente e começar de novo.
Por isso desenhei o bolo no papel com uma colher e usei a massa toda, pareceu-me grande, mas.... lá foi para o forno.

.....o bolo ficou enormeeee, nem tinha nenhum prato para por tamanha roda :) mas nada que não se resolva, parti a roda e fiz uma coisa muito mais bonita que o original :) até porque ninguém come o bolo inteiro :)


Paris-Brest receita do robot mais famoso do pedaço :)

250 gr de água
160 gr de farinha
100 gr de manteiga
1 colher de chá de sal
1 pitada de açúcar.
4 ovos


Primeiro coloque um recipiente sobre o copo da máquina e pese a farinha e reserve.
No copo da máquina meter todos os ingredientes excepto os ovos e programar 5min.100º vel.2
Adicione a farinha toda de uma vez e programe 15 seg vel.4
retire o copo da máquina e deixe arrefecer durante 20 min.

Coloque novamente o copo e com a máquina a trabalhar na vel.4 junte um ovo de cada vez, assim que o anterior estiver bem misturado.

Retire a massa e meta no saco de pasteleiro e deixe repousar mais 30 min.


De modo tradicional é exactamente igual, levar tudo ao lume e deixar ferver, juntar a farinha toda de uma só vez e mexer muito bem até a massa descolar das paredes do tacho  e depois de arrefecer, juntar os ovos e mexer bem até estarem todos muito bem incorporados.

Depois é só fazer um circulo com a massa num tabuleiro untado e polvilhado, ou em papel vegetal e ir andando á volta até ter o tamanho desejado.

Vai ao forno pré aquecido a 180º durante 15 minutos, depois baixa-se para 170 e coze mais 20 min.


Retirar deixar arrefecer e abrir ao meio para rechear com chantilly e morangos, pode ser outro tipo de creme ou recheio, fica bem também com recheios salgados.



1 comentário:

  1. Mesmo com esse percalço ficou com um aspecto óptimo!
    Para mim, marchava já um bocadinho...Só para partir ainda mais.
    Beijinho

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)