Tarte flor

Quem me segue por aqui sabe que adoro fazer um docinho diferente, a rotina dá-me seca, fazer sempre os mesmo bolos e doces é uma seca, mas é o mais comum cá em casa, até porque o meu esquisitinho não gosta de coisas mais sofisticadas, fico sempre limitada.
Quando vi esta tarte no blog da Anna uma espanhola  que sigo, guardei, porque esta ficou-me mesmo no olho, adorei.

É baseada na famosa Ruffle milk pie,uma tarte de origem Grega, sofisticada, muito bonita e se eu disser que é a coisa mais simples de fazer, ninguém acredita, mas é.


1 embalagem de massa filo (250 gramas)
400 ml de leite
3 ovos grandes
125 g de açúcar 
1 casca de limão
1 pau de canela
50 g de manteiga
25 g de açúcar em pó para decorar

Primeiro pré-aquecer o forno a 180º

Derreter a manteiga no micoondas e pincelar a forma que se vai usar, eu experimentei numa de aro amovível, mas o liquido sai, tem que se usar uma forma de tarte inteira ou forrar com papel vegetal.

Preparar a massa filo, retirar com cuidado as folhas e pincelar com manteiga derretida, esta operação tem que ser rápido ou parte

Depois enrugar (não enrolar) como se estivéssemos a fazer um leque e com cuidado para que não se rompa, formar uma espécie de caracol, começando do centro da forma.

Depois fazer o mesmo para todas as folhas e vai-se pondo por fora aumentando o caracol, até ter a forma toda cheia, não vale a pena fazer muito perfeito, porque quanto mais imperfeito mais bonita ficará a flor final. Eu usei 6 folhas da embalagem, porque usei a forma de aro amovível que não dava para mais, mas se usar uma forma maior terá que se usar mais folhas.



Levar esta flor só de massa filo ao forno pré aquecido a 180º durante 10 minutos deve ser suficiente para a flor ficar dourada.
Retirar do forno e reservar.

Entretanto preparamos o creme.
Levar ao fogão no máximo o leite com a casca de limão e o pau de canela. Baixar para o minimo quando começar a ferver e deixar a ferver baixinho durante um minuto.

Retirar do calor. Bater os ovos numa taça com o açúcar e uma pitada de baunilha bater bem.

Juntar o leite passado por um coador, para retirar a nata que se formou, a casca e o pau de canela.

Deitar este creme em cima da flor já cozida com cuidado, repartindo de igual modo por toda a forma.

Levar ao forno a 180º com calor só por baixo, durante 20 minutos ou até que o palito saia seco.

Depois de fria polvilhar com açúcar em pó.














Fica lindíssima, das tartes mais bonitas que já vi, o sabor é óptimo, para mim falta-lhe algo, para ficar um doce mais sofisticado em sabor, parece-me um pouco desenxabido para um aspecto tão bonito. A forma merece um conteúdo mais rico.

Passem lá nos meus sítios e deixem um like, sigam, comentem.... o que quiserem👇👇


Comentários

  1. Lá bonita é ela. Mas eu tenho uma péssima relação com esta massa.
    Nunca! Nunca me saiu bem e por isso desisti dela e só como feito por outros.
    Pela foto final não conseguia perceber como se fazia. Está muito bem visto.
    Obrigada e beijinhos à artista.
    Dilene

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Dilene

      Pois eu só tinha usado uma vez como base de um cheesecake e correu bem.
      Esta tarte é até fácil demais, temos é que ser rápidos a manusear a massa, porque ela seca mesmo muito rápido, vale mais até guardar alguma no saco enquanto se vai preparando a outra, mas de resto, nada a apontar, com a restante fiz uns pastéis de Tentúgal :) ficaram deliciosos :)

      Beijinhos e fiquem bem

      Eliminar
  2. Very nice blog, Thanks for sharing great article.
    You are providing wonderful information, it is very useful to us.
    Keep posting like this informative articles.
    Thank you.

    From: Field Engineer
    Get to know about A Network Field Technician.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

se gostou deixe um comentário :)

Mensagens populares