domingo, 9 de novembro de 2008

Quiche de bacalhau e abobora

As quiches que faço normalmente são sempre feitas da mesma maneira, o que muda é só mesmo a carne peixe ou outra coisa....e uso habitualmente para facilitar as bases de massa folhada de compra.

Desta vez decidi mudar, porque vi num blog uma receita de base com farinha integral que me ficou na cabeça, principalmente porque ela disse que a massa se trabalhava muito bem.

Para o recheio
1/2 embalagem Bacalhau desfiado e demolhado.
1 cebola média
2 dentes de alho
2 fatias de abobora (+/-120gr cada)
1 pacote de natas
3 ovos + 1 clara
1 colher de sopa de farinha
Queijo ralado q.b.
Para a base
60gr de farinha integral
60gr de farinha normal
60gr de margarina vegetal
1 gema
2 colheres de sopa de água morna.

Primeiro fiz a base, juntei as duas farinhas e a manteiga e amassei com as mãos até ficar tudo tipo pão ralado como disse a Ameixinha, depois juntei a gema amassei e como estava um bocadito seca juntei as colheres de água e amassei mais um bocadito.



Envolvi numa pelicula aderente e meti no frigorifico enquanto preparei o recheio.

Piquei as cebolas de modo grosseiro e os alhos, meti ao lume com um bocadinho de azeite a refogar, mas pouco, juntei o bacalhau demolhado e um nadinha de leite e deixei ao lume enquanto arranjava as abóboras.

Cortei umas laminas finas, para colocar a decorar, reservei e piquei o resto aos cubinhos pequenos para junto do bacalhau.

Entretanto bati os ovos inteiros com a clara que sobrou da base, bati com as natas e a colhe da farinha.

No fim estiquei a massa coisa nunca conseguida por mim com outro tipo de massas, por isso ser fã das de compra.

Meti o recheio quente em cima e juntei o dos ovos. por cima meti as fatias finhas que tinha reservado para a decoração e levei ao forno a cozer.

Como já tenho visto por aqui também, juntei o queijo ralado só a meio da cozedura, o efeito não me seduziu, gosto mais de juntar logo no inicio.

Fiquei fã desta base de massa integral, para além de ser muito saborosa, faz-se muito rápido e consegue-se esticar muito bem, fininha e enrolar no rolo para colocar em cima da tarteira sem se partir toda, como costumava acontecer com as outras que tentei fazer.

2 comentários:

  1. :)
    Ainda bem que gostaste!! Eu fiquei fã desta massa para quiches. Eu abro-a entre duas folhas de papel vegetal para ser mais prático e para não usar farinha :)
    Também ponho sempre o queijo no início da cozedura.
    Bom Domingo ;)

    ResponderEliminar
  2. Meu, já fiz muita quiche de bacalhau mais nunca havia pensado em adicionar abóboras. Muito interessante esta combinação. Vou experimentar um dia desses.

    Boa semana,

    Cláudia

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)