segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Tarte de abobora e especiarias

A saga das aboboras não tem fim.

Este fim de semana fui jantar a casa de uns amigos e como estão sempre, á espera que eu leve a sobremesa, fiz esta tarte para levar, porque as abóboras que me deram não tem fim e aproveitei para lhe dar mais uma solução.

É uma receita já bastante antiga cá em casa, faz parte, do meu livrinho de escritos á mão.

Tem a particularidade de ter uma base bastante estranha e muito diferente do habitual, nem folhada, nem quebrada e muito menos areada :) mas muito fácil de fazer, seja para esta tarte ou outra qualquer.

A tarte é uma mistura exótica de sabores










Massa:
2 copos de Farinha
3/4 do copo de leite
1/4 do copo de óleo

Recheio:
2 copos de abóbora cozida
1 copo de açúcar amarelo
1 colheres chá de canela
1 colher de café de noz moscada
1pitada de gengibre
2 Ovos
1 copo de leite gordo (usei meio gordo)
1 colher sopa margarina (esqueci-me dela e não lhe senti a falta)
Natas para chantily q.b.

Preparação:
Para a massa bate-se o leite com o óleo até ficar espesso, uma emulsão.
Mistura-se a farinha com um garfo e faz-se uma bola.
Forra-se uma tarteira com esta massa, a textura fica tipo esponjosa, muito maleável e eu estico-a na própria tarteira com as mãos, pode-se esticar como as outras em cima de papel vegetal, para facilitar a transferência para a forma.



Para o recheio

Para encher dois copos de puré de abóbora costumo cozer meio kilo já descascada.

Depois de cozida e muito bem escorrida a abóbora, tritura-se com a varinha ou passe-vite e mistura-se com os restantes ingredientes, eu adicionei-os pela ordem que os escrevi, mas não parece que tenha grande importância

Transferir o recheio para a tarteira e vai a cozer em forno bem quente.

Serve-se fresca coberta de chantilly, eu desta vez esqueci-me do chantilly de propósito, porque o jantar já ia ser calórico e gordo quanto baste.

9 comentários:

  1. A massa parece bem maleável né?
    Adoro abóbora. Eu não gosto de chantily, ficou muito bem assim :)

    ResponderEliminar
  2. Alcina querida,
    Adorei esta sua receita de tarte de abobora, a massa é bem diferente, parece macia, ficou com aparencia otima.
    Eu colocaria um coco ralado junto com a abobora, será que ficaria bom? Adoro a combinação de abobora com coco.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Não parece nada mal esta tua tarte... mas acho que não me vou esquecer do chantilly!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. A massa nunca vi igual, mas parece fácil e fofinha, o recheio tem todos os ingredientes para ser deliciosa, bjs

    ResponderEliminar
  5. Hoje é o dia das receitas de abóbora :) Já postei um bolo de abóbora, e esta é a terceira que vejo nos blogs que costumo visitar.
    Tarte de abóbora nunca fiz, mas vou guardar esta receita porque me pareceu bem boa e simples de fazer.

    bjs

    ResponderEliminar
  6. gostei bastante desta receita. eu ainda n estou pelos cabelos com abóboras. tenho três ainda para comer, mas acho que vou cortar uma em pedacos e congelar. beijocas grandes

    ResponderEliminar
  7. Adorei a simplicidae dessa tarte.
    Parabéns

    :-)

    ResponderEliminar
  8. Querida obrigada pela visita lá no meu tacho!Adorei o seu cantinho e receitas...um bjs

    ResponderEliminar
  9. Olá meninas, obrigado pelos comentários tão simpáticos.
    A massa é realmente facilima, muito maleável e macia e não se agarra ás mãos.
    Pois é Nysa eu também congelei bastante, só que já não cabia mais e tenho andado a fazer tudo com abobora para não desperdiçar.
    bjinhos

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)