sábado, 12 de março de 2011

Carne e carnaval

Manda a tradição por cá que se coma carne no carnaval, porque depois se entra na época da quaresma e a carne está em restrição, para os católicos mais praticantes claro, porque me parece que mesmo os católicos já poucos cumprem essa tradição.
O tipico mesmo é comer cozido á portuguesa, mas para dois e meio é um prato que não combina muito e como já tinhamos comido no fim de semana em casa da mãe, cá em casa saiu este arrozinho.

Ele já está por , por isso não passo outra vez a receita, porque fiz exactamente da mesma maneira mas deixo a sugestão, porque é uma coisa que cá em casa gostamos bastante e normalmente só faço nesta altura, época dos grelinhos/espigos, mas nem sempre me lembro de o fazer, aliás so me lembrei dele porque falámos no restaurante onde o comi pela primeira vez.

 

E como foi feito em dia de carnaval, deixo umas imagens do carnaval do meu bairro, há 13 anos que moro nesta casa e nem sabia que tinha um corso de carnaval mesmo á porta, o que quer dizer que nunca passei o dia cá em casa, nem sei bem onde costumo passá-lo porque nunca fui ver carnavais a outros sitios...
É um corso bem simples e pequeno, mas tendo em conta que é organizado po uma associação de bairro nem esteve nada mal




E o meu policia a comandar o transito

E a atirar bolas de neve mas na Serra da estrela, porque por cá foi mesmo só chuva.

5 comentários:

  1. pela primeira vez aqui e já sou seguidora, pois gostei muito. das receitas e tudo o mais. quando tiver um tempinho, apareça lá no meu bloguinho. ficarei muito contente. www.gostosurassemtravessuras.blogspot.com. bom final de semana

    ResponderEliminar
  2. A um carnaval assim calminho....
    ainda me arriscava a ir....
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Desde sempre que o Carnaval é uma época da qual não gosto mesmo nada.
    Sempre odiei os balões cheios de água e as patifarias que são usuais por essa altura.
    Consigo achar graça a algumas máscaras, a algumas sátiras, mas nunca entraria num corso ou num desfile.
    Durante um tempo morei numa zona em que o meu prédio era o 1º fora do percurso do corso. Era um inferno todos os anos nesses dias. Com as crianças pequenas e como a partir das 10 da manhã já não podíamos transpôr o portão de entrada no recinto, isto originava que, para tomar café ou ir às compras, que ficavam a 100 m, tínhamos de dar uma volta circular de quase 1 km para lá irmos.
    Eu refilava, protestava, mas de nada valia. E nunca via o corso. Não gostava mesmo! aquele barulho, confusão, etc....um horror!

    Mas o que se via da tua janela, mesmo pequenino, até reis tinha.Pareceu-me engraçado.
    Os catraios é que gostam mesmo de se mascarar e brincar, de nos molharem com as bisnagas... é uma festa para eles!

    ResponderEliminar
  4. Acho muito interessante estas tradições populares ligadas às festas. Carnaval = Carne Vale :)

    Já no Halloween diverti-me imenso em apurar as origens do dia das bruxas em Portugal.

    Quanto ao teu policia, a última foto está espetacular. Não sei porquê lembrou-me um filme suiço ou algo do género.
    Beijinhos,
    Rute
    P.s.-Permite-me perguntar-te uma coisa: vais participar connosco no dia 15 MAR na BCFV? Gostaria de incluir-te na lista de promessas de participação, posso?
    Já somos quase 100!!

    ResponderEliminar
  5. Olá Alcina! obrigada pelo comentário no meu blog, e claro k podes fazer com outros frutos secos, é só por dizer k esta receita é feita com pintaroas e tb fica mto bom para uma festa de crianças,é mto saboroso e fica fofo e húmido.O teu arroz adorei tho cá um marido k adora e o teu tem um belo aspecto, o teu policia é um boneco parabéns, bjsscon

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)