sexta-feira, 24 de junho de 2011

Doce de cereja

Este doce fiz com umas cerejas de aspecto exterior belissimas, grandes, bem vermelhinhas e ainda por cima duras, mas com um coração inquinado, cheinho de bichos, biológicas a 100% foi o que deu e eu como já sei que cereja apanha muito bicho, não como nenhuma sem as abrir primeiro e em cada 10 apenas uma não teria bicho, por isso para não as deitar fora porque eram muitas, já que não as consigo comer, nem deixar comer a ninguem, resolvi fazer doce.

Lembro-me de quando era pequena a minha mãe fazia doce que eu pensava ser de cereja, mas afinal era de ginja, com caroço e tudo,mas como estas tinham a particularidade das proteinas, não tive coragem de as meter inteiras e passei duas tardes recreativas a abrir cada uma por si e a retirar caroço e bicho para fazer um docinho.

Não procurei receita nenhuma e fiz á minha maneira.

600 gr de cereja sem caroço
300 gr de açúcar amarelo

Levei as cerejas partidas ao meio com o açúcar ao lume a ferver até o molho pingar grosso ao levantar com a colher de pau, este não fez ponto de fio, porque o molho pingava tipo gelatinoso.

Fiz doce por duas vezes e na primeira o doce ficou com uma calda mais liquida, na segunda deixei mais tempo ao lume quase até secar a calda e juntei três cravinhos, para dar um aroma diferente e diferente do pau de canela, que não gosto de usar em todos os doces porque não gosto que fiquem todos a saber ao mesmo.

3 comentários:

  1. Malditos bichos, mas devem ser mais docinhas he he

    ResponderEliminar
  2. Este ano aconteceu-me o mesmo, todas com bicho :)
    Ficou com um óptimo aspecto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Este ano não fiz doce de cereja porque elas não abundaram assim tanto por cá, mas eu sou mais gulosa do que tu... ponho mais açucar ;)

    Beijocas***

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)