domingo, 16 de outubro de 2011

Bolo bem casado da Lu

Andava eu a pensar que bolo fazer para o aniversário do marido, já que o que ele mais gosta mesmo é de um pãozinho de ló, apareceu-me mesmo a tempo um bolo com um ar divinal, no blog da Luciana, com a base de pão de ló e um recheio e cobertura de fazer babar qualquer um.

Um bolo simples, mas sofisticado ao mesmo tempo.
Segui a receita na totalidade, só não fiz a cobertura, porque como só fiz uma dose de bolo, o recheio foi muito e usei-o também na cobertura, fica para uma próxima oportunidade fazer com a cobertura que ela recomenda, por isso deixo a receita toda.

A medida que a Lu refere na receita é uma medida que aparece muito em sites e blogs brasileiros - o copo de requeijão, fui pesquisar e cheguei á conclusão que

1 copo de requeijão =250 ml

6 ovos
1 copo (requeijão) de açúcar
1 copo (requeijão) de farinha de trigo

Separar claras das gemas e bater as primeiras em castelo, sem ficarem muito duras.

Em seguida bater as gemas com o açúcar até formar uma gemada bem fofa, juntar as claras em castelo e envolver bem e por ultimo envolver a farinha peneirada, esta é a lógica da Lu, eu envolvi alternando partes de farinha com claras.

Levar ao forno em forma untada de manteiga e polvilhada de farinha e eu cozi em forno a 180º durante 35 minutos.

Recheio:
2 latas de leite condensado
1 colh. sopa de manteiga com sal
2 colh. sopa de amido de milho - usei farinha maizena.
200g de creme de leite (de caixinha) - usei natas

Primeiro cozinhar uma das latas de leite condensado na panela de pressão, eu usei leite condensado já cozido, para facilitar.

Fazer então o creme para rechear o bolo:
Misturar as natas com a farinha maizena e levar a lume brando com a outra lata de leite condensado e a manteiga, cozinhar até engrossar um pouco.
Juntar o leite cozido e levar novamente ao lume e cozinhar até ficar com consistência de brigadeiro, o meu não sei se ficou com essa consistencia, ficou um creme bem espesso.

Depois de desenformar o bolo espere que arrefeça para o cortar ao meio.

Pincele na parte de dentro das duas metades de bolo uma mistura de partes iguais de açúcar e água com um pouquinho de extrato de baunilha - este passo eu não fiz, porque não tinha reparado neste pormenor.
Recheie com o recheio já frio e retire o excesso de recheio das laterais e cubra com a calda de açúcar.


A cobertura que não fiz deixo a receita na mesma, porque me parece um doce bom para este ou outro bolo.

250 g de açúcar pilé
1 colher (chá) de extrato de baunilha
60 ml de água a ferver

Fazer uma calda juntando o açúcar, a baunilha e a água  a ferver.
Cobrir o bolo já recheado e deixe secar por 12 horas para formar uma casquinha dura.

A Lu recomenda que se deixe descansar de um dia para o outro, o meu foi comido logo meio morno, nem deixei arrefecer bem para rechear.

Tal como me pareceu é um bolo delicioso, mesmo sem a calda da cobertura, até hoje é o unico bolo que o meu menino comeu e se lambuzou no creme com uma satisfação que deu gosto ver.

5 comentários:

  1. O seu menino é dos meus :-) Um adorador de doce de leite, pra mim não tem doce igual! Ficou lindo com o recheio de cobertura, adorei. Um beijo,

    ResponderEliminar
  2. Tem algum email que eu possa entrar em contato? Obrigado.

    ResponderEliminar
  3. Esse miúdo tem bom gosto! Parece-me um bolo fantástico :)

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)