sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Um licor de maracujá e umas invenções do marido.

No fim de ano andei metida nos licores, e ainda tenho na manga um novo, mas ainda está a marinar por algum tempo, se sair bom depois aparecerá por aqui.

Há uns anos fazia muitos, era tipo vicio, experimentava todos que me apareciam pela frente, só que ninguem os bebia cá em casa e acabavam a ocupar garrafas por longos períodos de tempo.
Por isso desde que o meu avô deixou de produzir aguardente eu deixei de fazer licores, foi uma espécie de acordo, como ele dizia aos amigos, não valia a pena fazer aguardente, porque só a neta dele a queria e eu para não ficar com fama de alcoolica deixei-me disso...


Este licor de maracujá foi um dos ultimos que fiz e depois de passados tantos anos está puro mel, porque como outros ficou a envelhecer.

1 litro de aguardente
12 maracujás
700gr de açúcar
0,5l de água

Retirar a polpa aos maracujás e meter de molho na aguardente e deixar assim durante pelo menos um mês, agitando todos os dias se tiver paciencia para isso, se não quando se lembrar.

Coar por um pano ou por algodão, se se filtrar por papel retiramos a matéria orgânica toda e o licor perde muito das suas propriedades e sabor.

Depois fazer um xarope com a água e o açúcar ao lume a ferver até dissolver bem o açúcar e ganhar alguma expessura.

Deixar arrefecer e misturar á aguardente transferir para uma garrafa e deixar durante mais alguns meses até provar o nectar.

As invenções do marido são mesmo com aguardente pura, de Pêra ou envelhecida em carvalho.

A de pêra é feita com uma pêra que amadurece directamente dentro de uma garrafa, onde é metida ainda pequenina e depois se fixa a garrafa á arvore de modo á pêra crescer dentro da garrafa e quando está madura, corta-se o pé e enche-se a garrafa com aguardente e é só deixar envelhecer, se está boa, penso que nem o marido ainda sabe, também ele não é muito apreciador e como eu gosta é de inventar.

A envelhecida em carvalho, para quem não tem pipo, pode sempre arranjar um velhinho artesão que faça uma escadinha em madeira de carvalho e a meta dentro da garrafa, mas isto é só para verdadeiros artistas, não sei se se vende algures, mas quem não tiver a escada, pode sempre tentar com um troço de carvalho que entre pelo gargalo, dizem que resulta mesmo, que a aguardente envelhece mesmo e que fica saborosa, mas esta não é a minha praia e é coisa que nem provo.

13 comentários:

  1. Alcina, muito obrigada pela visita.
    De licores não entendo nada, mas gosto imenso, de qualquer sabor, mas também nunca fiz.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Que coisas maravilhosas. Adorei o licor de maracujá, fiquei mesmo com vontade de o provar. Quanto à aguardente com pêra, já conhecia o truque de crescer a fruta dentro da garrafa :p

    ResponderEliminar
  3. Adorei o teu licor. Sou como tu adoro fazer, mas depois ninguém bebe.
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Eu não s meu marido entende e muito...
    Paz e bem

    ResponderEliminar
  5. gostei do licor de maracujá e gostei muito também das invenções do teu marido, especialmente da parte da pêra.
    eu, o que mais me aborrece nos licores, é a parte da filtragem. :-(

    ResponderEliminar
  6. Tenho feito litros e litros sem conta e de vários sabores também com aguardente caseira. Por cá vão-se bebendo em dias de festa e quando tenho visitas e vou oferecendo aos amigos.
    Este de maracujá soa-me bem :)

    Beijocas***

    ResponderEliminar
  7. Olá!
    O único licor que confeccionei foi o de uva de vinho. Ficou muito bom, as uvas parecem ginjas.
    Há uns tempos também andei com ideia de fazer licor de bagas goji mas o problema cá em casa é que ninguém bebe o licor porque raramente bebemos alcool.
    Maracujá é uma belissima sugestão.
    Beijinhos. Bom domingo.
    Rute

    ResponderEliminar
  8. Na minha casa não aconteceria isso de se "estragarem" por falta de uso, adoro licores! :))
    Por acaso só fiz uma vez, por pura preguiça, mas até me esqueço.
    O licor de maracujá é óptimo, provei um açoreano que era maravilhoso.
    Pena ter acabado a produção, senão mandava a minha morada para enviares os excedentes... :))
    bjs

    ResponderEliminar
  9. Olá tudo bem, os bolo de princesa não tem segredo ñ vc pode fazer em qualquer forma quadrada ou redonda e depois monta em uma tigela em formato de saia de boneca ou em uma forama nesse formato, recheia deixa gelar um pouco e depois confeita o bolo e a boneca tiramos as pernas será que expliquei direito espero que sim bjs!!!!!!

    ResponderEliminar
  10. Ola minha Kida!!! Olha, antes de mais....o teu licor tem mto bom aspecto!!! ADOReI!!! *****
    quanto ao meu bolo decorado, é facil mesmo!!! MESMO!!!! mas olha, tens aqui o meu contacto 916470601 é mais facil assim pa nos falarmos!!!! TENTA! BEIJOKA Bombokita

    ResponderEliminar
  11. ORA VIVA !!! Sakei a receita do licor de maracujá, que agradeço. Já está tudo a marinar nos conformes ! Oportunamente darei notícias
    Entretanto outros se seguiram...romã, laranja, ananás e brevemente...tangerina !!
    Brigado.
    Octávio
    Azambuja

    ResponderEliminar
  12. ORA VIVAM ! Sakei a receita do licor de maracujá que agradeço.
    Já está tudo a marinar nos conformes, oportunamente darei notícias.
    Entretanto...outros se seguiram: romã, ananás, laranja e brevemente...tangerina !!
    Brigado e Bom Ano !
    Beijokas.
    Octávio
    Azambuja

    ResponderEliminar
  13. Alcina, gostei muito de seu blog e de seu licor.
    Quando morei em chácara, tinha o costume de fazer licores e, como você, tive coleção deles.
    Voltei à cidade e, agora, moro mais uma vez em uma casa com amplo terreno, desta vez à beira-mar.
    Tenho a certeza de que seu licor é delicioso. Parabéns!

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)