sábado, 17 de março de 2012

Corações e a minha estrelinha azul no meio

Chamar-lhe bolo do dia dos namorados passado tanto tempo até parece mal, mas as coisas cá em casa têm andado muito confusas, vários problemas ao mesmo tempo e as postagens do blog que têm saído são coisas que eu já tinha feito há algum tempo e que vou escrevendo para não me esquecer, porque as receitas ás vezes desaparecem...!!!... ou porque vieram em fotocópias, ou em papeis de rascunho ou porque as tirei da net e depois me esqueço de onde, por isso agora escrevo logo no blog e deixo em rascunho e depois é só juntar as fotos.


Este bolo foi um desses, a receita  neste caso nem é o mais importante, porque é um bolo que o marido fez tipo pão de ló que ele e o menino adoram, bateu tudo sem separar claras nem nada e ficou muito fofinho. O principal interesse era experimentar uma pasta de leite em pó para ver se resultava bem para eu me aventurar pelos bolos decorados.

O bolo é um clássico cá em casa, quase a olho e sem preceito.

6 ovos
250gr de açúcar
200gr de farinha

Bater muito bem os ovos inteiros com o açúcar até dobrar de volume e depois é só envolver a farinha.
Levar ao forno em forma untada e polvilhada com farinha a 200º durante 30 minutos.

A pasta de leite em pó vi no blog da Argas  fiquei com ela na cabeça e tinha que experimentar,  porque me pareceu saudável e fácil para começar, para além de levar leite condensado que adoro.

A receita que a argas apresenta e o modo de confeccionar foi o que eu segui, por isso eu apresento tal e qual.

300gr de açúcar em pó
200gr de leite em pó
1 lata pequena de leite condensado.

Pulverizar o açúcar na bimby ou Mycook e se o leite em pó for grosso pulverizar também um bocadinho para ficar mais fino e foi o que eu fiz.

Juntar o leite condensado e misturar alguns segundos na velocidade 4 na bimby  (5 na mycook) e tem que ser mesmo uns segundos muito pequeninos, porque senão a máquina atasca e dá erro, com a pasta colada ás helices.

Depois retirar a massa do copo e amassar com as mãos até se descolar e dar para trabalhar e foi aqui que começaram os problemas a minha massa ficou uma pasta grudenta e de jeito nenhum se descolava das mãos.

Fui ver novamente o site da argas para confirmar que tinha feito tudo bem e vi lá indicação de um outro site que tem um  video  explicativo e estive a ver para perceber melhor onde falhei, em primeiro as quantidades referidas, são ligeiramente diferentes das apresentadas e penso que essa diferença é importante.
Para além disso no video o senhor vai colocando o leite condensado aos poucos e não logo tudo de uma vez, até encontrar a consistencia desejada e isto penso que faz toda a diferença.

Para resolver o problema da minha massa grudenta eu juntei mais pelo menos meia chávena de açúcar em pó e de leite em pó eu nem sei, porque não medi, fui juntando para a massa se descolar das mãos e consegui resolver, não sei se da melhor maneira, mas consegui uma pasta moldável e que se esticou com alguma facilidade.

Como demorou tanto a resolver o problema da pasta e eu já estava á beira de um ataque de nervos, o interior do bolo ficou por isso mesmo, sem recheios nem coberturas para colar a pasta e cobri assim mesmo, colori um bocadinho de rosa e um bocadinho de azul com corantes alimentares, para fazer uns corações e uma estrelinha.

Ficou bonito por fora e simples por dentro, mas para mim a pasta tem um sabor muito forte ao leite, bom para quem gosta muito de leite, o meu menino adorou, comeu até mais bolo, só para comer a dita pasta e os corações foi ele que os comeu todos, eu nem tanto, para a próxima que tentar, talvez lhe meta um aroma de qualquer coisa, baunilha, chocolate ou outro para disfarçar um pouco o sabor do leite.
Para resolver ainda.... como colar os corações ou outras figuras á pasta que cobre o bolo, se alguém souber....

5 comentários:

  1. Oh que chato que não correu a 100 % apesar de ter ficado bem bonito.

    Já fiz várias vezes e uma vez também correu menos bem, tive de juntar um pouco de leite em pó também - ams não tanto quanto tu lol(penso que o leite condensadoe estava mais líquido dessa vez). Ao retirar da bimby e como dizes é mesmo só uns microsegundos, ao amassar à mão ela vai sempre ganhando a consistência da pasta.

    E esticada assim, acabada de fazer, é perfeita, muito melhor de esticar do que a pasta de açúcar. Já para moldar, ainda prefiro a outra...

    ResponderEliminar
  2. Oh...desculpa, esqueci-me de dizer...a minha nunca ficou a saber muito a leite em pó...mas sim a leite condensado, e é um sabor muito suave. No geral, todos os adultos (as crianças mais ainda - lol) têm comido a massa que cobre o bolo! Também podes adicionar um pouco de maizena, desde que pulverizada, para ir ajudando a moldar a massa...

    ResponderEliminar
  3. O bolo ficou muito bonito. Nunca usei essa pasta, uso semore a de açucar ( pasta portuguesa) e colo com um pingo de água
    Um beijinho

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)