domingo, 15 de abril de 2012

Papas de Carolo na Mycook

Os senhores da confraria das papas que se cuidem, porque a tradição já não é o que era.

Este doce típico da minha zona é feito com carolo, uma espécie de farinha, obtido a partir da moagem de modo grosseiro do milho, obtendo-se uma farinha mais grossa, era assim feito há já alguns anos e agora ainda há sítios onde se consegue obter esse carolo, mas por aqui nas grandes cidades isso é impossível, mas há nos sítios do costume uma sêmola de milho, uma farinha amarela meio grosseira e que serve muito bem o propósito.

Eu já fazia de vez em quando de modo tradicional e agora decidi inventar e partindo de uma receita do creme catalão e da do arroz doce, adaptei e experimentei as ditas papas de carolo que já tenho por aí e fiz na Mycook. 

1 l de leite meio gordo
40gr de leite em pó(porque não tinha leite gordo)
150gr de açúcar
200 gr de semola de milho

Programei : 20min; 100º; vel 3

Para a primeira vez que fiz não ficou mal, apenas ficou um pouco duro e com uma certa goma, penso que por me ter esquecido de lavar a farinha, mas ficou bom e não se desperdiçou nada, para a próxima vou experimentar com mais um pouco de leite e talvez reduzir um pouco no tempo.

3 comentários:

  1. Alcina já nada é o que era :):)
    Mas essas papas continuam com um aspecto delicioso apesar de agora até ser possivel em robot em cozinha eheheh os tempos mudam :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Agora fizéste-me lembrar a minha avó materna, já falecida, pois ela costumava fazer umas papas de carolo que eu adorava. As tuas ficaram com um aspecto delicioso! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Olá Alcina, sou Alaine, do Brasil. Sempre venho passear pelo teu blog para ver umas receitas muito das apetitosas que postas aqui. Será que eu posso usar fubá(conhece?) em lugar desta sêmola de milho que faz parte da receita? (Se buscar no Google imagens pra ter uma ideia do que seja.) Obrigada e parabéns pelo blog. Gosto imenso( como vocês dizem), principalmente depois que conheci Portugal: Lisboa, Porto (fiz o trecho de comboio com meu marido em 2010), Marco de Canaveses e Mondim de Basto onde moram uns amigos. Quro voltar tão logo seja possível. Abraço

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)