sábado, 10 de novembro de 2012

Arroz doce na Mycook

Quando o frio chega o que apetece são docinhos quentinhos e nada melhor que um arroz doce quentinho, mesmo acabado de fazer.Para isso é bom ter uma máquina que faz tudo sozinha, enquanto fazemos o resto do almoço ou jantar.
E esta foi mais uma experiência Mycook, mas foi uma coisa em que não encontrei grande vantagem, porque eu já tinha uma receitinha muito fácil e que nem demora mais que esta e ainda tem menos procedimentos, a única vantagem é mesmo fazer sozinha sem ser preciso estar a mexer.

Mas já que tenho a maquineta há que aproveitar para experimentar e testar, para ver se fica melhor pior ou igual e o que valer a pena há que aproveitar, o que não valer é só largar.

Voltei para editar este post, pela primeira vez em 5 anos de blog, mas penso que vale a pena pelo comentário que a Joana me deixou e que diz nunca ter comido arroz doce, para mim uma coisa quase impensável, visto que na minha zona é um dos doces com mais tradição, eu cresci a ver as minhas tias e avós a fazer arroz doce de leite purinho de cabra ou ovelha e o arroz nunca levava água e cozia que era uma maravilha ao contrário do que se vê agora por aí,"tem que abrir primeiro na água", ficava um arroz doce supercremoso e não levava gemas, branquinho purissimo e delicioso, mas levava horas a fazer e muita paciência para mexer, no fogão ou ao lume em belos caldeiros de cobre.

Havia também uma tradição em que quando havia um casamento, os pais dos noivos faziam caldeirões e caldeirões de arroz doce que colocavam em grande pratos fundos, para entregar aos amigos e vizinhos de que se gostava, mas que não iam ao casamento, uma oferta simbólica que depois os noivos iam de casa em casa entregar o dito arroz doce e no regresso traziam uma pequena lembrancinha, uma tradição muito bonita, mas que se perdeu no tempo...



1,200 litro de leite gordo
170 g de arroz carolino
3 cascas fininhas de limão
1 pau de canela
1 pitada de sal
160 g de açúcar
4 gemas



Colocar no copo a pá misturadora e juntar todos os ingredientes exceptoaçúcar e as gemas e 200ml de leite.

Programar 15 Min. 90º Vel. 2.

Retirar a tampa e envolver com a espátula.

Em seguida programar + 25 Min. 90º Vel. 2.


Quando terminar, juntar o açúcar, as gemas previamente batidas e misturadas com os 200ml de leite no arroz doce e envolver com a espátula.

Programar mais 10 Min. a mesma temperatura e velocidade.


E está pronto agora é só distribuir o arroz doce em tacinhas e polvilhar com canela em pó a gosto.

Este arroz muito pouco tradicional, fica bem bom, ainda que não chegue aos calcanhares daquele das minhas memórias.....

6 comentários:

  1. Ficou com um aspecto delicioso...bem cremoso!
    beijinhos e bom fim de semana,
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Acreditas que nunca comi arroz doce? Acho que é uma sobremesa bem mais típica do centro e do sul do país, porque no Norte não é nada habitual ver. Quando fui viver para Lisboa via, mas sempre achei um conceito estranho ;)

    Beijinhos e bom São Martinho :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é possível Joana nunca provar arroz doce :-) eu adoro e faz-me lembrar muito as tradições de família, de tias e avós, lá na minha zona até se dava arroz doce de presente nos casamentos, os noivos aos amigos e vizinhos que não iam ao casamento, até vou editar o post para contar a história :-)

      Eliminar
  3. Lindo!! Já tinha decidido que seria feito amanhã, na bimby :)

    ResponderEliminar
  4. que bonito que ficou!: Devia estar uma delícia!

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)