sábado, 18 de março de 2017

Polpa de tomate como conservar

Quem nunca comprou um daqueles frascos grandes de polpa de tomate e acabou por deitá-lo todo para o lixo porque ganhou bolor...Já me aconteceu várias vezes, até porque quando este tipo de alimento ganha bolor no cimo, não se deve retirar o que é visível e aproveitar o restante, porque o bolor é um fungo prejudicial para a saúde e é composto por filamentos fininhos que se infiltram por todo o frasco, no topo os filamentos juntam-se em maior quantidade e formam aquela capa branca que é visível, mas os outros estão lá também....

Pois cá em casa isso não acontece e deixei de comprar dos pequenos porque fica mais caro e não compensa.

A primeira vez que abro o frasco encho logo forminhas de silicone próprias para queques e levo ao congelador, a polpa que fica agarrada ao frasco, passo por água ou vinho consoante a situação e utilizo.



Depois de congelado é só desenformar e meter em sacos próprios para congelação e está pronto a usar, tirando um ou dois cubos consoante a necessidade.


Ultimamente utilizo polpa de tomate caseira, mas faço exactamente o mesmo quando abro os frascos grandes e alguma congelo logo quando a faço.
Congelo em doses que sei serem o ideal para mim e vou retirando do congelador na hora.
  • Já tenho por aqui e aqui e ainda aqui algumas sugestões de polpa caseira. 
Para congelar utilizo muitas vezes caixas de manteiga recicladas, porque as caixas boas para além de fazerem falta para o dia a dia acabam por se estragar no congelador e assim estas depois de virem do congelador vão para o lixo.

2 comentários:

  1. Eu também faço assim mas geralmente com o molho de tomate caseiro que costumo fazer no verão! Assim há sempre molho pronto a usar! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Adorei esta sugestão. Não costumo fazer, compro frascos sempre minúsculos (mesmo sendo mais caros) para não estragar. Mas vou alterar este hábito. Beijinho.

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)