domingo, 19 de abril de 2009

Manjar branco da Claudia

Este doce vi no blog da Claudia que tem para além de umas histórias fantásticas sempre a acompanhar as receitinhas, os melhores docinhos, bolinhos, bolachinhas e afins do planeta, se não tivesse tendência para diabetes na familia eu fazia todos e empanturrava-me de bolinhos todos os dias :-)


A minha receita não tem a história do manjar branco a acompanhar, mas quem quiser saber pode ir lêr lá. O que eu copiei foi a receita dela e é esta:

1 litro de leite
200 ml de leite de côco
100 gramas de côco ralado seco sem açúcar (usei o que se vende por aqui, nem sei se tem ou não açúcar).
6 colheres de sopa de amido de milho (usei Maizena, não sei se é o mesmo!!)
6 colheres de sopa açúcar

Dissolva o amido de milho peneirado numa chávena do leite e reserve.

Coloque o restante leite ao lume numa panela em lume brando com o açúcar, o leite de coco e o coco ralado misturando e mexendo para não agarrar ao fundo e não ganhar grumos.

Quando a mistura começar a ferver adicione a chávena de leite com a farinha e continue a mexer até engrossar e levantar fervura.

Quando ferver retire do fogo e distribua em tacinhas ou em forma molhados, esta técnica faz com que depois se desenforme bem, usa-se para os doces que levam muito amido e funciona 100%


Depois era suposto regar com uma calda de ameixas, mas como não tinha optei pela outra sugestão de regar só com calda de açúcar.


A receita desta calda passei, porque gostei deste truque que a Claudia explicou para fazer caramelo liquido, que não fica duro logo depois de arrefecer.

Calda de caramelo fina

1/2 chávena de açúcar
1/2 chávena de água + para amolecer o caramelo

Leve o açúcar e a água ao fogo médio numa panela tampada e deixe ferver até formar um caramelo não muito escuro, o meu ficou um bocadinho, porque não contei com o fundo térmico da panela e continuou a escurecer depois de retirar do lume.


Retire do fogo e adicione colheres de água fria e vá mexendo para o amolecer o caramelo. Adicione a água aos poucos e com muito cuidado pois a vai espirrar.

Se o caramelo com mais água não quiser amolecer e começar a empedrar leve o caramelo novamente ao fogo e deixe derreter novamente com o calor até incorporar a água acrescentada. Não deixe ferver para não endurecer novamente.

Continue adicionando colheres de chá de água até atingir a consistência de calda fina. Eventualmente a calda vai endurecer novamente e precisa ter uma certa paciência para conseguir achar o ponto da calda de caramelo fininha e fácil de servir fria.
Como duas meninas gostaram da forminha que usei eu editei a mensagem para a mostrar, tenho estas duas formas iguais, são de uma marca muito popular por cá a tuperware, exageradamente cara na minha opinião, mas tem coisas bonitas.
Estas formas para mim tem um senão, a grande é larga demais e fica uma coroa muito larga, é practica para encher o centro com alguma coisa, depois de desenformar. A pequenina é pequena demais, só leva meio litro, ou seja o tamanho de uma gelatina, mas são bonitas e a pequenina dá para fazer com buraco ou sem, porque tem uma tampina suplementar :-)

10 comentários:

  1. Esse manjar deve ser maravilhoso também com calda de goiabada, o que achas?

    ResponderEliminar
  2. Que coisinha mais linda!
    Essa forma é muita gira...
    Com coquinho é uma delícia, leva pouco açúcar e eu até acho que dispensava a calda de caramelo, comia-se muito bem só o branquinho! hehehe
    Perfeito! :)

    ResponderEliminar
  3. Ainda não fiz manjar branco mas tenho umas receitas separadas para fazer... parece que ficam mesmo bem :)

    ResponderEliminar
  4. Minha amigaaaaa!!!! As receitas da Claudia são realmente apetitosas. Já falei para ela que sou fã das delícias que ela faz.
    Amiga, que forma linda é essa????!!!! Eu amei!

    Beijão e bom domingo.

    ResponderEliminar
  5. Fátima com calda de goiaba não sei como fica, porque nunca comi goiabada :-) espero vir a provar em breve :-)

    Mary e Ana a forminha como já são duas a gostar da forma eu editei para mostrar, são formas de uma marca muito conhecida por cá e Tuperware e bem carinhas por sinal!!! mas a pequenina foi a vendedora que me ofereceu :-)

    Ameixinha podes fazer que fica muito bom :-)

    ResponderEliminar
  6. Esta divino e com um lindo aspecto,parabens,bjs Alexis...

    ResponderEliminar
  7. Alcina,

    Que beleza que ficou tem manjar. A forma grande de tupperware é linda.

    Espero que tenhas conseguido se acertar com a calda de caramelo fina. Eu adoro, mas espirra que é uma beleza.

    Espero que teu povo tenha gostado do sabor do manjar. A maizena é a mesma coisa que amido de milho.

    Adorei a música da Betânia. Ô Abelha rainha...

    Fico feliz de saber que tu se divertes com as minhas histórias.

    Beijos,

    C.

    ResponderEliminar
  8. Tenho uma forminha igual à tua, a maior, e também gosto muito dela...
    O manjar está com um aspecto fantabuloso!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Então as tuas formas são da Tupperware!
    De pudins não tenho nada...mas apesar de serem caras duram uma eternidade!:)

    ResponderEliminar
  10. Muito bonito esse manjar e a forma foi bem escolhida.
    Realmente essa marca tem as formas um pedaço caras, já não se justificam no preço, visto haver muito mais utencílios em plástico agora do que quando a marca apareceu..Quanto á maizena ,ela em si é amido de milho batizado com esse nome.Basta ver nos ingredientes na caixa.
    O truque do açucar em caramelo não endurecer, é juntar sumo de limão, quando se está a fazer.
    bjs e boa semana

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)