domingo, 14 de novembro de 2010

Em época de marmelos marmelada...

Pois é este ano já pensava que não iria fazer marmelada, porque com a vida atribulada dos ultimos tempos, não temos ido á quinta e quando fui encontrei os marmelos todos no chão, mas como quem tem amigos não morre debaixo da ponte, cá veio ter a casa directamente de trás-os-montes um belo saquinho deles.

A receita para mim e depois de várias pesquisas é sempre a mesma, ainda estive tentada a fazer uma com uma amostra de açúcar, mas a Moirinha fez o favor de me alertar que essa é só para bimbólicas o que não é o meu caso.

Assim fiz dois kg á minha maneira, isto é, á maneira da minha mãe e experimentei fazer uma na panela de pressão, como já vi e ouvi por aí que também fazem, pois o resultado ia sendo desastroso, não fosse eu estar por perto, é que logo que o bilro começou a andar desatou a espumar e a espuma a transformar-se em liquido meio gelificado na tampa da panela!!!!! tive que desistir da ideia e abrir a dita cuja e deixar a coisa ferver com a panela aberta.

Para mim a versão das que já fiz e provei a minha é a melhor :-) modestia á parte, cada um gosta do que gosta.
Já tenho por aqui a versão passo a passo, desta vez medi a quantidade de água e deixo mais uma foto ou duas.

2 kg de polpa de marmelo
1,5kg de açúcar
0,5l de água.

Primero levo a cozer os marmelos com a casca e tudo, cozem muito rápidamente depois da água estar a ferver são uns minutitos.

Retiro-os da água, deixo arrefecer e descasco, muito mais fácil do que descascar em crú.
Parto aos pedacinhos e passo pelo passe-vite e guardo o puré.

Entretanto meto o açúcar junto com a água ao lume a ferver e fazer ponto, junto aqui o puré e deixo ferver um pouco, aqui o tempo depende se queremos que a marmelada dê fatia ou seja para barrar.
Resulta uma marmelada douradinha, com um sabor muito suave.

Em contrapartida a marmelada que fiz na panela de pressão, mas que não resultou e acabei com a panela aberta, fiz com as mesmas quantidades, só que descasquei os marmelos em crú e juntei tudo ao mesmo tempo, marmelo, açúcar, água e no fim triturei com a varinha, resultou uma marmelada mais vermelha, com uma textura diferente, mais lisa e de sabor mais intenso mas não quer dizer que sabe mais a marmelo.
Eu fico com a minha versão e ao pouco e pouco vou retirando uma gramita de açúcar de ano para ano.

11 comentários:

  1. Alcina,
    Ops! Acho que sem querer fiz asneira, eu é que estava a fazer a marmelada na bimby para experimentar, não me referia ao açúcar :)
    Quem me ensinou a fazer marmelada foi uma velhota alentejana que dizia que para a marmelada ficar boa tinha que levar mais açúcar que marmelos, ela punha 1250g de açúcar para cada kg de marmelos, com o tempo eu também fui reduzindo no açúcar e creio que podes reduzir até metade. A minha marmelada fica sempre escurinha porque como os marmelos são do quintal da minha mãe e não levam produtos tem sempre bicho e eu tenho que os abrir todos e acabam por oxidar, é por isso que fica escura. Aqui em Odivelas existe uma marmelada que é tipicamente branca, e que é herança das freiras do Convento de Odivelas.
    Beijinhos
    Moira

    ResponderEliminar
  2. Ficou muito bonita, mas podes usar metade do açúcar, o que tem é que ter ponto de estrada.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Alcina, querida, muito obrigada pela surpresa. Você emocionou a todos com a supresa, lembrei-me do filme 84 Charing Cross road. Sabe qual? Com a Anne Bancroff e o Anthony Hopkins.

    Enfim, na mesma que achamos o pacote na caixa do correio, no domingo ( carteiro deve ter colocado na caixa no sábado e não vimos pois estávamos fora) usamos o presente. Hora assei uns biscoitinhos de polvilho. Você não imagina a delícia que ficaram. Acabou-se tudo em coisa de minutos. Polvilho azedo desse tipo não há aqui e estou pensando em importar e revender por aqui.

    Super beijo e muito obrigada.

    Cláudia

    ResponderEliminar
  4. Esqueci de comentar sobre as tuas marmeladas, umas belezas. Que vontade que eu tenho de achar uns marmelos no mercado, mas aqui não há!

    Aproveite as marmeladas por mim!

    C.

    ResponderEliminar
  5. Moirinha não faz mal, para a próxima experimento :-) Pois a minha avó também metia mais açúcar que marmelo e também a secava ao sol.
    Quanto aos marmelos terem bicho não faz mal, eu cozo-os na mesma inteiros, só que depois tem que se escolher melhor ao partir.

    Conceição para a próxima já decidi reduzir ainda mais, essa parte do ponto é que não sabia, obrigado.

    Ameixinha eu fiz das duas para agradar a todos :-)

    Claudia não sei qual é o filme mas vou saber para ver :-) ainda bem que gostaram. Marmelos ou a tacinha da marmelada é que é mais dificil enviar, mas nunca se sabe :-)

    ResponderEliminar
  6. epa a cor nao importa porque fica boa das duas maneiras
    adoro marmelada.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Pois é, cada um com a sua marmelada! :)
    Eu este ao experimentei a receita com 80% fruta e até agora todas as taças distribuídas foram aprovadas. :)
    não há motivo para não a fazeres tb sem bimby.
    Acabaste por ficar com 3 versões bem coloridas, está mesmo bonita. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Quem me dera ter amigos que me dessem também um saquinho de marmelos!! A tua marmelada ficou com um aspecto delicioso! Eu adoro marmelada caseira! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Confesso que a cor mais escura cativa o olhar, mas só provando para saber qual a melhor. Se pode levar menos açúcar, melhor!
    bjs

    ResponderEliminar
  10. Wow! Adoro la mermalada da marmelos tambem! Que delicia! Muito obrigado pela receita.!

    ResponderEliminar

Não passe sem deixar um miminho :)